23:10 11 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    1121
    Nos siga no

    Fundado em 2015 e financiado por empresas como Facebook, Breakthrough Listen é um programa de milhões de dólares e que visa procurar evidências de inteligência extraterrestre ao longo de um período de pelo menos dez anos.

    No âmbito desta iniciativa, uma equipe de astrônomos elaborou um rol de objetos que podem ser de interesse na busca por sinais de inteligência extraterrestre.

    A lista, com mais de 700 entradas e a que foi dada o nome de Exotica Catalog (catálogo exótico), inclui asteroides, cometas, planetas, pulsares, galáxias, nebulosas, nuvens estelares e outros corpos celestes, incluindo satélites e outros meios tecnológicos humanos.

    Nos últimos anos, a Breakthrough Listen fez dois grandes lançamentos de dados, e anunciou uma importante colaboração com a NASA, informa o portal científico Science Alert.

    A equipe responsável pelo catálogo foi liderada por Brian C. Lacki, da Universidade da Califórnia (EUA), e já apresentou um rascunho do referido catálogo.

    O lançamento deste catálogo é especialmente significativo, pois inclui objetos e ambientes onde a vida aparentemente não poderia prosperar.

    Segundo os autores, o objetivo é expandir a diversidade de alvos passíveis de serem pesquisados na busca de inteligência extraterrestre, ajudando astrônomos e astrobiólogos.

    Tradicionalmente, cientistas buscavam sinais alienígenas através da escuta de emissões de rádio. Atualmente, privilegia-se a procura de sinais de tecnologia alienígena, daí a preocupação em compilar todo e qualquer objeto no espaço, mesmo aqueles que ainda escapam da compreensão científica.

    Lacki questiona: e se os alienígenas não forem como a humanidade, e viverem em ambientes exóticos que seriam extremos para os nossos padrões?

    Como resumiu para a Science Alert S. Pete Worden, ex-diretor do Centro de Pesquisa Ames da NASA e atual diretor-executivo da Breakthrough, "quando se trata da busca pela vida inteligente, é vital ter uma mente aberta. Até entendermos mais sobre as formas que outra civilização e sua tecnologia poderiam tomar, devemos investigar todos os alvos plausíveis. Catalogá-los é o primeiro passo em direção a esse objetivo".

    Lacki opina no mesmo sentido, considerando que os alienígenas poderiam ser excepcionalmente diferentes de nós, e por consequência, estarmos procurando por eles nos lugares errados.

    Compiladores esperam que com este catálogo os cientistas sejam dotados de um útil guia de referência para cruzar suas pesquisas e abrir novas linhas de investigação.

    Talvez haja a possibilidade, em um futuro próximo, de a humanidade ficar sabendo se tem companhia no espaço sideral.

    Mais:

    Luz das estrelas: telescópio captura brilho único de galáxia prevista por Einstein
    Núcleo planetário exposto orbitando estrela é registrado por astrônomos
    Telescópio VLT registrou misterioso desaparecimento de estrela massiva
    Tags:
    espaço, alienígenas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar