10:31 12 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 90
    Nos siga no

    Durante recentes escavações na antiga cidade de Pérgamo foram descobertos vários artefatos, entre eles um jarro de óleo de perfume e um alfinete de vestido, revelando que a região era habitada antes do que se pensava anteriormente.

    Durante os trabalhos arqueológicos feitos na parte baixa da cidade de Pérgamo, localizada na província turca de Izmir, foram desenterrados novos achados históricos.

    Na parte alta da cidade viviam reis e governantes. Por sua vez, a outra parte, elaborada com um estilo arquitetônico mais simples, era ocupada pela população restante da urbe e está sendo reavaliada de acordo com as novas descobertas, avança Daily Sabah.

    Alfinete para vestido, conhecido como fíbula, descoberto na cidade de Pérgamo
    © Foto / Agência Anadolu / Mehmet Emin Menguarslan
    Alfinete para vestido, conhecido como fíbula, descoberto na cidade de Pérgamo

    Nas últimas escavações da parte baixa da cidade foram descobertos um jarro de óleo de perfume, chamado aríbalo, e um alfinete de vestido, fíbula, que remontam ao período entre os séculos VI e VII a.C.

    Jarro para perfume chamado aríbalo remonta ao período entre os séculos VI e VII a.C.
    © Foto / Agência Anadolu / Mehmet Emin Menguarslan
    Jarro para perfume chamado aríbalo remonta ao período entre os séculos VI e VII a.C.

    A descoberta destes artefatos na cidade baixa, proeminente em achados do período romano, mostra que a civilização se estabeleceu na região muito mais cedo do que se pensava. Revelou-se ainda que a história da parte baixa da cidade de Pérgamo remonta ao Período Arcaico da Grécia Antiga, compreendido entre 800 a.C. e 500 a.C.

    Mais:

    Arqueologia prova que Bíblia estava correta sobre Sansão, diz acadêmico
    Arqueólogos desenterram na Itália sepultura de 2.500 anos de jovem aristocrata (FOTOS)
    Arqueólogos descobrem na França sarcófago de chumbo selado de 1.500 anos (FOTOS)
    Tags:
    civilizações antigas, arqueologia, Turquia, Império Romano, artefato, descoberta
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar