08:41 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 100
    Nos siga no

    A Autoridade de Antiguidades de Israel anunciou a descoberta de artefatos que são parte de restos da destruição de Jerusalém pela Babilônia durante as lideranças de Esdras e Neemias.

    Arqueólogos encontraram um carimbo e uma bula, espécie de selo redondo utilizado para fins comerciais ou assinatura de documentos nos tempos antigos, durante a escavação do estacionamento Givati da Cidade de Davi, em Jerusalém.

    Ambos os artefatos foram encontrados ao lado dos escombros de uma estrutura, destruída durante o século VI a.C. pelos babilônios, segundo o jornal The Times of Israel.

    De acordo com o professor Yuval Gadot, do Departamento de Arqueologia e Culturas Antigas do Oriente Próximo da Universidade de Tel Aviv, e o dr. Yiftha Shalev, da Autoridade de Antiguidades de Israel, trata-se de uma descoberta rara que revela o quanto Jerusalém foi afetada pela Babilônia em sua destruição.

    "A descoberta da impressão de carimbos e selos na Cidade de Davi indica que, apesar da terrível situação da cidade após a destruição, foram feitos esforços para restaurar as autoridades administrativas. Além disso, seus moradores continuaram usando as estruturas que foram destruídas", explicaram Gadot e Shalev.

    O objeto não era usado para selar o documento, pois sua impressão foi descoberta em um grande pedaço de argila.

    O selo, de aproximadamente oito centímetros de diâmetro, tem a imagem de uma pessoa sentada em uma cadeira com uma ou duas colunas à sua frente, um estilo característico da cultura babilônica, além de conter inscrições lineares, como se fossem letras.

    Acredita-se que as duas pessoas sentadas na impressão seja um rei e as colunas representem os deuses babilônicos Nabu e Marduk.

    Pesquisadores acreditam que as descobertas da escavação contribuirão na compreensão da renovação da administração local antes da destruição do Primeiro Templo, que aconteceu aproximadamente 100 anos antes.

    Mais:

    DNA de 2.000 anos pode revelar mistérios dos manuscritos do mar Morto (FOTOS)
    Turista acha por acaso artefato de 1.800 anos citado em coletânea sagrada dos judeus (FOTO)
    Sepultamentos revelam interação entre culturas da Idade da Pedra (FOTOS)
    Tags:
    arqueologia, selo, Babilônia, descoberta, persas, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar