20:28 31 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2171
    Nos siga no

    Com uma massa que excede oito vezes a do Sol, o buraco negro e sua estrela acompanhante estão localizados a cerca de 10.000 anos-luz da Terra.

    O telescópio espacial de raios-X Chandra captou a explosão de um buraco negro emitindo material incandescente para o espaço, mas sua forte gravidade arrastou até mesmo sua estrela companheira para um disco de raios X ao seu redor.

    Nas gravações obtidas, parte do gás quente no disco cruza o horizonte de eventos, o ponto de não retorno, sendo consumido pelo buraco negro, enquanto outra parte do gás é ejetada em jatos desde seu interior em direções opostas, ao longo das linhas do campo magnético, informa a NASA.

    Imagens captadas pelo Observatório de Raios X Chandra mostram a atividade (rápida) do sistema binário MAXI J1820+070: um buraco negro de 8 massas solares que rouba material de sua companheira, 16 vezes mais leve

    Os pesquisadores estimam que massa ejetada do buraco negro corresponda a cerca de 500 milhões de vezes a massa do Empire State Building.

    Apenas dois outros exemplos de tais ejeções de alta velocidade a partir de buracos negros de massa estelar foram vistos em raios X.

    O buraco negro e sua estrela companheira formam um sistema chamado MAXI J1820+070, que está localizado a cerca de 10.000 anos-luz da Terra. A massa do buraco é cerca de oito vezes a do Sol, enquanto a estrela que a orbita tem quase metade da massa da nossa estrela.

    Os resultados das observações foram publicados em 29 de maio pela Universidade de Cornell (EUA).

    Mais:

    Estrela 'dança' em volta de buraco negro comprovando que Einstein tinha razão (VÍDEO)
    Confirmada existência de outra 'Terra' orbitando estrela mais próxima do Sistema Solar
    Cientistas chineses sugerem nova forma de desviar asteroides, contrariando a NASA
    Tags:
    NASA, telescópio, buraco negro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar