22:55 30 Maio 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    291
    Nos siga no

    Vários websites de Israel foram atingidos nesta quinta-feira (21) por um ataque cibernético coordenado, com suas páginas principais sendo substituídas por imagens da capital, Tel Aviv, e de outras cidades israelenses em chamas.

    De acordo com informações do Diretório Nacional Cibernético citadas pela AFP, os alvos teriam sido empresas privadas que utilizam um sistema operacional específico. Os danos, no entanto, teriam sido superficiais. 

    ​Embora as autoridades não tenham informado o número de sites afetados, a mídia local calcula mais de mil, incluindo grandes firmas, que viram seus portais, de uma hora para a outra, abrigando a frase "a contagem para a destruição de Israel já começou há muito tempo" ["the countdown to the destruction of Israel started long ago", em inglês], informa a Agence France-Presse.

    O ataque teria sido reivindicado por um grupo chamado Hackers do Salvador, ainda desconhecido.

    Coincidência ou não, o incidente ocorreu em meio às comemorações do Dia de Jerusalém — oficialmente, nesta sexta-feira (22) —, quando os israelenses celebram a reunificação da cidade santa, cuja parte oriental foi capturada por Israel em 1967.

    Mais:

    EUA teriam realizado ciberataque secreto contra Irã após ataque à Saudi Aramco
    Marinha dos EUA é vulnerável a ciberataques da China devido a tecnologia obsoleta, diz funcionário
    Israel afirma ter repelido ao menos 800 ciberataques a aviões de líderes mundiais
    Tags:
    Jerusalém, Oriente Médio, sistema, tecnologias, hackers, ataque cibernético, ciberataque, ataque, Israel, Tel Aviv
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar