19:06 06 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2190
    Nos siga no

    Cientistas detectam presença de carbono desconhecido na Terra em detrito oriundo do meteorito que caiu na região russa de Chelyabinsk em 2013.

    A detecção foi feita em resultado de um trabalho conjunto de cientistas russos, alemães e sul-coreanos.

    Segundo Sergei Zamozdra, docente da Faculdade de Física Teórica da Universidade de Chelyabinsk, o achado teve início quando Sergei Taskaev, reitor da referida universidade, enxergou algo brilhante nos detritos do meteorito.

    "A princípio ele [Sergei Taskaev] pensou que era um diamante, porque tinha seis facetas. Depois, na Alemanha, esse cristal foi removido com ajuda de micropinças, ao passo que o irradiaram com raios-X. Em resultado foi descoberto um cristal carbônico. Mediram a posição dos átomos e os planos entre eles, e depois os cientistas coreanos calcularam em computador que tal distribuição dos átomos era possível", afirmou Sergei Zamozdra à Sputnik.

    O acadêmico também afirmou que o carbono pode ter diversas modificações, incluindo a achada.

    Origem do carbono

    Quanto às origens do achado, o cientista acredita que elas podem ser duas: mudanças que ocorreram durante bilhões de anos no espaço, ou um processo que se deu ao entrar na atmosfera da Terra.

    Ainda segundo Zamozdra, Taskaev inclina-se mais à segunda hipótese.

    Meteorito

    Em 15 de fevereiro de 2013, a região russa de Chelyabinsk foi palco da queda de um meteorito que causou a surpresa de milhares de testemunhas.

    Mais:

    Brilhante e rápido: impressionante queda de meteoro na Rússia é captada em VÍDEO
    Astrônomos alertam sobre 'impacto catastrófico' de chuva de meteoros que se aproxima (VÍDEO)
    NASA detecta asteroide tão grande como meteoro de Chelyabinsk perto da Terra
    Tags:
    carbono, achado, Chelyabinsk, meteorito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar