17:56 31 Março 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    220
    Nos siga no

    As duas estrelas do sistema binário V Sagittae se encontram em uma rota de colisão em espiral que resultará em uma explosão, no final do século XXI, da qual surgirá a estrela mais brilhante de nossa galáxia.

    A estrela binária, conhecida como V Sge, está localizada na constelação da Flecha (Sagitta) e é pouco visível, mesmo através de telescópios medianos. Provavelmente, em cerca de 2083, esta estrela explodirá e será tão brilhante como Sirius, a estrela mais brilhante no céu noturno visível a partir do nosso planeta, segundo o portal Phys.org.

    "As duas estrelas, localizadas a aproximadamente 7.800 anos-luz de distância da Terra, estão se aproximando cada vez mais em uma espiral [...] Em última instância, as duas colidirão e se unirão, criando uma poderosa explosão de luz que os astrônomos estimam que tornará a V Sge na estrela mais brilhante no céu noturno por aproximadamente um mês", explicou o portal Astronomy.

    O astrônomo da Universidade do Estado da Luisiana Bradley Schaefer e sua equipe confirmaram essa possibilidade depois de estudar placas fotográficas de vidro de 1890, bem como de analisar dados atuais, descobrindo que ao longo das décadas a estrela binária se tornou rapidamente mais brilhante.

    "Baseando-se nas massas das estrelas, as propriedades orbitais variáveis e a taxa de brilho, os pesquisadores concluíram que essas estrelas criarão uma luz brilhante, denominada de 'explosão de fusão'", citou a Astronomy.

    De acordo com os astrônomos, mesmo que o episódio esteja previsto apenas para 2083, a fusão das estrelas poderia ocorrer até 16 anos antes ou depois. Dessa forma, o fenômeno vai ocorrer entre os anos de 2067 e 2099.

    Mais:

    FOTO da NASA revela figura com linhas retas na superfície de Marte
    NASA mostra rover Mars 2020 que buscará vestígios de vida em Marte (FOTO)
    NASA mostra 'flocos de neve cósmicos' no Cluster da Árvore de Natal (FOTO)
    Tags:
    astrônomo, galáxias, galáxia, estrelas, estudo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar