21:06 01 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Astrobiólogos estudaram o comportamento de um microrganismo que coloniza minerais presentes em meteoritos muito mais rapidamente do que qualquer outro mineral de origem terrestre.

    O microrganismo Metallosphaera sedula parece preferir alimentar-se de meteoritos do que de qualquer outro mineral disponível na Terra. O microorganismo é capaz de processar material extraterrestre, de acordo com descoberta feita por equipe de pesquisadores da Universidade de Viena.

    "A adequação a meteoritos parece ser mais benéfica para este antigo microrganismo do que uma dieta de fontes minerais terrestres [O meteorito] NWA 1172 é um material multimetálico que pode […] facilitar a atividade metabólica e o crescimento microbiano", disse a pesquisadora-chefe Tetyana Milojevic.

    O organismo Metallosphaera sedula pode absorver e processa material extraterrestre. Isso foi provado por uma equipe internacional liderada pela astrobióloga Tetyaba Milojevic

    A avaliação da biogenética baseada em materiais extraterrestres proporciona material rico para que seja explorada a suposta química bioinorgânica extraterrestre que poderia ter existido no Sistema Solar.

    Um microrganismo que adora meteoritos

    A pesquisa, publicada na Scientific Reports, descreve o tráfego de componentes inorgânicos de meteoritos em uma célula microbiana. Os cientistas estudaram o comportamento redox, que constitui a reação química com troca de elétrons entre duas substâncias químicas, do ferro.

    Combinando técnicas de espectroscopia analítica e microscopia eletrônica de transmissão, os pesquisadores revelaram um conjunto de traços biogeoquímicos deixados no crescimento de M. sedula no meteorito NWA 1172.

    "Nossa pesquisa valida a capacidade do M. sedula de realizar a biotransformação de minerais de meteoritos, desvendar as impressões digitais microbianas que permanecem no material do meteorito e fornecer o próximo passo para uma compreensão da biogeoquímica de meteoritos", conclui Milojevic em comunicado.

    Mais:

    Cientistas encontram evidências de que Lua teria sido habitada
    Cientistas descobrem na África micróbios que vivem em condições similares às de Marte
    Afinal, ETs visitaram a Terra? Cientistas japoneses comentam a possibilidade
    Tags:
    extraterrestre, ciência, alimentos, microrganismos, meteorito
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar