10:20 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Terceiro e quarto reatores da usina nuclear russa Novovoronezhskaya

    Físicos russos criam novo método para aumentar segurança em reatores nucleares

    © Sputnik / Ulyana Solovieva
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2111
    Nos siga no

    Cientistas da Universidade Nacional de Pesquisa Nuclear MEPhI (Rússia) criaram um método que permite prognosticar a alteração de regimes de propagação térmica em instalações energéticas modernas.

    Isso aumenta significativamente o nível de segurança, inclusive nas zonas ativas de reatores nucleares. O método está descrito em um artigo publicado na revista Experimental Heat Transfer.

    Propagação térmica consiste no intercâmbio de calor entre um ambiente em movimento (refrigerante) e uma superfície quente (combustível). A eficiência deste processo depende do consumo de combustível, da temperatura e da pressão.

    É necessário monitorar as condições em que se altera o regime de propagação térmica ou o refrigerante entra em ebulição para definir o nível de segurança em zonas ativas de reatores nucleares de água leve.

    Em uma instalação energética real, os parâmetros térmicos e físicos (consumo de combustível, temperatura, pressão) oscilam caoticamente em torno do valor médio. A medição dos valores médios só permite definir o estado atual do sistema.

    Os pesquisadores da MEPhI propõem combinar as análises estatística e de frequências dos valores medidos. Fazendo isso, eles puderam não só diagnosticar, senão também prognosticar o estado do sistema e também a possível alteração dos regimes de propagação térmica.

    "O método criado permitirá prever uma possível ebulição do refrigerante e a passagem para regimes de pior propagação térmica. Isso vai aumentar significativamente o nível de segurança no uso de instalações energéticas", comentou Maksim Delov do Instituto de Física e Tecnologia Nuclear da MEPhI.

    Agora, os autores da pesquisa tencionam criar um sistema automatizado de diagnóstico e prognóstico em tempo real.

    Mais:

    Especialistas descobrem falha estrutural em planta nuclear belga
    Como 'vela nuclear' dos EUA pode mergulhar Ucrânia em catástrofe radioativa?
    Tags:
    Rússia, segurança, energia nuclear, cientistas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar