17:51 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O observatório astrofísico especial foi fundado em 1966

    É detectado quando asteroide recém-descoberto poderia impactar Terra

    © Sputnik / Maria Plotnikova
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    610
    Nos siga no

    A Agência Espacial Europeia (ESA) acrescentou um novo asteroide à sua lista de perigos porque esse corpo celeste pode colidir com a Terra dentro de 65 anos.

    O asteroide se chama 2019 SU3, tem um diâmetro estimado de 14 metros e é o quarto corpo celeste na Lista de Risco da ESA, a qual classifica todas as rochas espaciais com probabilidades diferentes de zero de impactar o nosso planeta.

    Segundo a agência espacial, em 16 de setembro de 2084 esse asteroide passará perto da Terra, a uma distância mínima de aproximadamente 9.790 quilômetros. Dada a curta distância (em termos astronômicos), um ligeiro empurrão no 2019 SU3, causado pela força gravitacional dos planetas vizinhos, enviaria esse asteroide diretamente contra a Terra. Da mesma forma, se estima que as chances deste evento ocorrer são de 1 em 147.

    Observado de perto

    O 2019 SU3 pertence ao grupo de asteroides Apollo, que tem uma órbita muito ampla ao redor do nosso planeta, e às vezes a órbita desse grupo de corpos celestes atravessa a da Terra. A ESA também incluiu este asteroide na sua Lista Prioritária, o que significa que irá acompanhar de perto sua trajetória.

    Asteroide (imagem referencial)
    © CC0
    Asteroide (imagem referencial)

    A última aproximação do 2019 SU3 ao nosso planeta se registrou em setembro passado, enquanto a próxima aproximação espera-se que ocorra em 2038, embora a distância seja muito maior do que em 2084.

    Segundo alguns meios de comunicação internacionais, esse asteroide, felizmente, não é suficientemente grande para criar um grande evento de impacto se colidir com a Terra, e provavelmente se desintegraria na atmosfera da Terra.

    Mais:

    De passagem pelo Sistema Solar: de onde teria vindo o 2º visitante interestelar?
    Elemento químico demonstraria que Terra sofreu 'impacto cósmico' 12.800 anos atrás
    Sinais de vida alienígena? Rover da NASA descobre antigo oásis em Marte (FOTOS)
    Tags:
    colisão, Terra, Agência Espacial Europeia (ESA), asteroide
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar