23:00 13 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Imagem artística do asteroide duplo 1999 KW4 criada com base na fotografia tirada pelo telescópio VLT

    Elemento químico demonstraria que Terra sofreu 'impacto cósmico' 12.800 anos atrás

    © Foto/ ESO
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    160
    Nos siga no

    Um grupo de cientistas encontrou um excesso de platina no material sedimentar extraído de depósitos localizados na África do Sul, o que demostraria que a Terra sofreu "um impacto cósmico" 12.800 anos atrás.

    Segundo uma recente publicação na revista científica Palaeontologia Africana, o material sedimentar extraído de depósitos de turfa localizados em Wonderkrater (Limpopo, África do Sul) demostraria que a Terra sofreu "um impacto cósmico" 12.800 anos atrás.

    Esta descoberta apoia a teoria segundo a qual o cometa Clovis colidiu com o nosso planeta cerca de 13 milênios atrás e que isso deu início a uma etapa de resfriamento no fim do Pleistoceno, entre 12.800 e 11.500 anos, provocando a extinção de muitas espécies animais.

    A platina analisada costuma estar presente em meteoritos e corresponderia a esse período. A equipe dirigida por Francis Thackerey afirma que o impacto de "um objeto desintegrado suficientemente grande" poderia ter espalhado esse elemento químico por todo o mundo.

    Descobertas similares

    Os cientistas já tinham encontrado restos similares na América, Europa e no Oriente Médio, mas é a primeira vez que se encontra uma possível evidência desse acontecimento na África.

    'Hipóteses controversas'

    "Nossa descoberta apoia, pelo menos parcialmente, a hipótese muito controversa do impacto do Dryas Recente [breve fase de clima frio no final do Pleistoceno]", mas é preciso "investigar seriamente" se a queda de um asteroide em algum lugar da Terra provocou alterações climáticas globais e contribuiu para a extinção de grandes animais após a última Idade do Gelo, explica Thackeray.

    Mamute - animal extinto (imagem ilustrativa)
    CC BY 2.0 / Tyler Ingram
    Mamute - animal extinto (imagem ilustrativa)

    Por sua parte, o geólogo estadunidense Allen West destaca a importância desta investigação porque sugere que o Dryas Recente "teve efeitos globais", enquanto outros cientistas que não concordam com a teoria argumentam que existe uma "discrepância" de datas entre os vários lugares analisados.

    Mais:

    Extinção humana? Cientista alerta NASA sobre destruição de asteroides 'furtivos'
    Dragão de ferro: achado fóssil de gigantesco voador pré-histórico na Austrália (FOTOS)
    Orbitador indiano de missão problemática detecta partículas carregadas na Lua
    Tags:
    paleontologia, Cosmos, impacto, elemento
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar