21:28 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Meteorito (imagem referencial)

    'Pérolas cósmicas' encontradas nos EUA comprovam evidências de impacto de meteorito (FOTOS)

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Os cientistas encontraram dezenas de pequenas contas de vidro em fósseis de amêijoas em uma formação geológica no sudoeste da Flórida, EUA, e concluíram que elas foram formadas em resultado do impacto explosivo de um corpo extraterrestre.

    A análise das partículas, menores que um grão de sal, revelou que são microtectitos, que se formam quando um meteorito atinge a Terra com tal força que seus detritos fundidos retornam à atmosfera, esfriam, voltam a cristalizar e caem. A investigação foi publicada na revista Meteoritics & Planetary Science.

    Mike Meyer, professor da Universidade de Ciência e Tecnologia de Harrisburg, encontrou no total 83 destas contas de vidro em 2006, mas só após vários anos decidiu analisar a sua origem.

    ​Pérolas cósmicas dentro de amêijoas fossilizadas guardam vestígios de impacto de asteroide antigo.

    Ele estudou as características físicas e a composição elementar desses pequenos objetos, em comparação com outros microtectitos, rochas vulcânicas e subprodutos de processos industriais, tais como cinzas de carvão.

    A verdade é que os fósseis que continham as contas foram encontrados em quatro diferentes camadas geológicas pertencendo a períodos de tempo diferentes.

    ​Cientistas descobrem na Flórida 'pérolas cósmicas' de 3 milhões de anos em amêijoas fossilizadas.

    Segundo o investigador, isso pode significar que este lugar teria sido várias vezes afetado por impactos parecidos, ou "pode ser que pertençam a uma única camada de tectitos que foi arrastada ao longo de milênios".

    De acordo com os dados do estudo, as partículas podem ter entre dois ou três milhões de anos.

    Outra caraterística estranha é que estas partículas contêm altas quantidades de sódio. "O alto teor de sódio é muito intrigante, porque sugere uma localização muito próxima do impacto", disse Meyers. Além disso, ele acredita que a presença do elemento mostra que o objeto "atingiu um reservatório muito grande de sal grosso ou o oceano".

    Mais:

    NASA identifica 'monstruoso' asteroide que passará perto da Terra em breve
    Será que este inverno é último? Asteroide com tamanho de campo de futebol se aproxima da Terra
    Tags:
    partículas, Terra, vidro, extraterrestre, meteorito, impacto
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar