05:14 07 Abril 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2250
    Nos siga no

    A origem da embarcação de 500 anos de idade encontrada no mar Báltico é de momento desconhecida.

    Uma equipe de cientistas internacional descobriu um barco de 500 anos, em estado de conservação surpreendente, nas águas gélidas do mar Báltico, de acordo com uma publicação realizada na passada sexta-feira (19) pela Universidade de Southampton (Reino Unido), que participou da investigação. O barco foi batizado pelos pesquisadores de Okant Skepp, o que significa em sueco 'barco desconhecido'.

    O estudo arqueológico indica que o barco poderia ter naufragado entre finais do século XV e começo do século XVI. A embarcação, "contemporânea dos tempos de Cristóvão Colombo e Leonardo Da Vinci", apresenta "um nível de conservação notável, após permanecer 500 anos no fundo do mar, graças às águas frias e salobras do mar Báltico'', disse o doutor Pacheco-Ruiz.

    No início deste ano, uma câmara robótica, que estava fazendo explorações para traçar a rota submarina de um gasoduto, se deparou com o naufrágio.

    Por fim, no passado mês de março, uma equipe de cientistas internacional enviou dois robôs subaquáticos para explorar e documentar a embarcação.

    Objetos incomuns 

    No navio, que mede entre 16 e 18 metros, se pode observar alguns objetos incomuns, entre eles uma bomba de esgoto de madeira (projetada para eliminar água da embarcação), um cabrestante utilizado para enrolar cabos, armas giratórias no convés e a âncora da embarcação que ajudou a datar o naufrágio, afirmou Pacheco-Ruiz em entrevista ao The New York Times.

    Mais:

    Guerreiras fortes: túmulo da era viking revela funções das mulheres na sociedade antiga
    Finlândia envia barco-patrulha para inspecionar 'monstro marinho de 3 cabeças' (FOTOS)
    Tags:
    naufrágio, descoberta, mar Báltico, barco
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar