11:25 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    A Lua, satélite natural da Terra

    Cientistas criam telescópio para desvendar mistério das luzes intermitentes da Lua

    CC0 / Pixabay / GuillaumePreat
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    160
    Nos siga no

    O fenômeno das luzes pulsantes, registrado desde a década de 50, confundiu os cientistas por décadas e foi chamado de "fenômeno lunar transitório".

    Uma equipe de cientistas afirma estar próximo de resolver o fenômeno desconcertante de estranhos padrões alternados de luz na superfície lunar, que foi observado durante anos.

    Dessa vez, a tentativa é liderada por Hakan Kayal, professor de tecnologia espacial na Universidade de Wurzburgo, na Alemanha. Para isso, sua equipe construiu um telescópio na Espanha, que iniciou as operações no início deste ano.

    O telescópio possui duas câmeras que observam a Lua de noite, e quando notam um dos flashes, fotos e vídeos são registrados, e os alertas são enviados à equipe do professor Kayal, afirma o site Phys.org.

    Durante anos, cientistas tentam desvendar esse enigma, que ocorre em diferentes partes do corpo celeste, onde as luzes se acendem por diversas vezes durante a semana, às vezes, em flashes rápidos e outras vezes por horas, além disso, em determinados momentos, partes da superfície lunar ficam misteriosamente escuras.

    Os fenômenos lunares transitórios foram descritos em 1970 como luzes avermelhadas ou rosada, às vezes, com aparência brilhante ou fosca. Também foi observado que esses fenômenos se estendem por quilômetros através da superfície lunar e poderiam durar horas, contudo, durante aproximadamente 20 minutos.

    Depois de diversas tentativas de encontrarem uma explicação para o fenômeno, cientistas esperam finalmente entender o que está causando as luzes alternadas na superfície, observando sistematicamente a superfície lunar em longo prazo.

    "Qualquer um que queira construir uma base lunar em algum momento deve estar familiarizado com as condições locais", disse o professor, ressaltando que aprender sobre a superfície lunar seria fundamental para diversos países, incluindo os EUA e a China que pretendem pousar Lua para construção de bases.

    Mais:

    Anomalias no lado oculto: Descubra o que poderia ter provocado assimetria na Lua
    O que esconde NASA? Ufólogo diz ter encontrado 'base alienígena' na Lua (FOTO)
    Roscosmos: cosmonauta russo pousará na Lua em 2030
    Tags:
    fenômeno, telescópio, luzes, cientistas, Lua
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar