07:42 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Jovem ilha formada em 2015 nas águas do Reino de Tonga

    Confira FOTOS da jovem ilha vulcânica que resiste a desaparecer

    © Foto/ Dan Slayback/NASA's GSFC
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Dan Slayback, investigador científico do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA em Greenbelt (Maryland, EUA), visitou uma ilha de apenas 4 anos de idade, cujo nascimento no oceano Pacífico foi detectado por satélites.

    No fim de 2014, foi descoberta uma coluna vulcânica que saia das águas do Reino de Tonga. A erupção terminou um mês mais tarde, mas do bordo de uma caldeira submarina surgiu uma nova ilha a meio caminho entre duas já existentes, Hunga Tonga e Hunga Haʻapai.

    Slayback e seus colegas observaram a ilha desde seu nascimento com ajuda de satélites, tentando fazer um modelo 3D da sua forma e volume enquanto mudava com o tempo. O cientista começou então a pensar em conhecer essa nova terra pessoalmente.

    No início de outubro passado os seus planos se tornaram realidade e ele chegou junto com uma equipe cientifica à ilha, que ainda não tem nome oficial, mas foi mencionada como Hunga Tonga-Hunga Ha'apai.

    1 / 3
    Jovem ilha formada em 2015 nas águas do Reino de Tonga
    Desde o seu surgimento em janeiro de 2015, esse território atraiu a atenção de cientistas da NASA interessados em entender como se formam e evoluem as novas ilhas na Terra, o que poderia também dar informações sobre a interação entre os vulcões e a água no passado de Marte.

    A maioria das ilhas recém-nascidas desaparece uns meses depois de aparecer. Porém, neste caso a esperança de vida do território foi estimada pela NASA em 6-30 anos. A nova ilha de Tonga é uma das três únicas que entraram em erupção nos últimos 150 anos e que sobreviveram à erosão pelas ondas oceânicas durante mais que poucos meses.

    "Todos estávamos como crianças emocionadas […] Imediatamente percebi que [a ilha] não era tão plana como parecia por satélites. É bastante plana, mas há alguns gradientes e o cascalho formou padrões geniais seguindo a ação das ondas", comentou Slayback para um blog da NASA dedicado a expedições na Terra.

    A maior parte da ilha está coberta por cascalho negro "do tamanho de uma ervilha". Os investigadores também conseguiram obter fotos próximas da vegetação que começou a criar raízes em um istmo que a liga com sua vizinha mais próxima.

    Além disso, surpreendentemente encontraram argila de cor clara de origem desconhecida. Depois de voltar a Goddard, Slayback está analisando os dados recolhidos durante a viagem para desenvolver um modelo 3D mais realista da jovem ilha.

    Mais:

    Cientistas cavam poço de profundidade recorde na Antártica (FOTO)
    Mudanças irreversíveis: cientistas avaliam o momento exato do 'ponto de não retorno'
    Cientistas encontram túmulos da época do Império Antigo no Egito
    Degelo na Antártica aumentou 6 vezes nas últimas 4 décadas, alertam cientistas
    Tags:
    erupção vulcânica, ilha, observação, fotos, cientistas, NASA, Tonga, oceano Pacífico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar