11:18 13 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Estação receptora com céu noturno ao fundo

    Espaço sideral traz vestígios 'gritantes' de 7 radiogaláxias gigantescas

    CC0 / Pixabay
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 50

    Astrônomos do México comunicaram que duas pesquisas efetuadas por dois telescópios diferentes lhes permitiram identificar sete novas fontes grandes de ondas de rádio no espaço sideral.

    De acordo com os pesquisadores, gritos não podem ser ouvidos no espaço. Mas podemos de fato ouvir as coisas no espaço, e às vezes o que ouvimos está muito, muito, longe do nosso planeta. Cada galáxia no universo emite sinais de ondas de rádio que, uma parte delas, são vistos por nós como uma luz visível. Com o mapeamento dos sinais no monitor, conseguimos de fato ver os sinais de rádio, bem como a luz emitida.

    Mas há galáxias que emitem ondas de rádio muito poderosas. Elas são conhecidas como radiogaláxias ou radiogaláxias gigantescas, dependendo de seu tamanho.

    Para entender a dimensão de uma radiogaláxia, na menor delas cabem 33 cópias da Via Láctea.

    Recentemente, sete radiogaláxias gigantescas foram descobertas por Jonatan Rentería Macario da Universidade Astrônomica de Zacatecas e Heinz Andernach da Universidade de Guanajuato. A maior radiogaláxia registrada por eles, J1301+5105, possui uma projeção linear de aproximadamente 8,44 milhões de anos-luz, o que a torna uma das maiores radiogaláxias já encontradas; em primeiro lugar está a J1420-0545 com 16 milhões de anos-luz de comprimento.

    Em julho, astrônomos indianos descobriram 25 radiogaláxias, o que é impressionante. Mas, de fato, esse número não chega a ser nem uma gota em proporções espaciais.

    Em 2015, o telescópio Hubble facilitou a descoberta de mais de 250 galáxias como parte do programa Campos Fronteiriços. Embora sejam pequenas em tamanho, estas galáxias surgiram depois de 600 a 900 milhões de anos depois da Grande Explosão. Astrônomos acreditam que sejam as galáxias mais velhas já descobertas. E não passa de apenas um aglomerado de galáxias, que se movem e colidem, causando explosões espetaculares de emissões de rádio, como explica Daily Galaxy.

    Com tantas estrelas no universo, é necessário citar um físico ítalo-americano, Enrico Fermi, e a sua famosa questão sobre extraterrestres: "Onde estão todos?"

    Mais:

    Preparando-se para 'guerra no espaço': até 2030 EUA receberão frota espacial
    Divulgada primeira evidência do 'inesperado visitante' do nosso Sistema Solar (FOTO)
    Assim colidem duas estrelas de nêutrons (VÍDEO)
    Tags:
    universo, rádio, extraterrestre, ondas, estrelas, Via Láctea, galáxia, Espaço
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik