01:14 17 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Lançamento espacial na China (imagem ilustrativa)

    Avião rumo à órbita terrestre: China planeja dominar espaço em breve

    © AFP 2019 / Stringer
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    4130
    Nos siga no

    A realização desse projeto sem precedentes pressupõe um maior avanço tecnológico da China na esfera espacial. Além disso, algumas de suas caraterísticas superarão as capacidades tecnológicas da NASA.

    Recentemente, a Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China revelou seus planos para lançar uma nave espacial reutilizável em 2020, informa a agência china Xinhua.

    Desta maneira, se confirmaram os rumores que durante anos circularam sobre a elaboração de um "avião espacial", explica o portal Ars Technica.

    Trata-se de um avanço importante para o programa espacial da China, pois a maior parte da tecnologia que este país aplicava nesta área durante décadas era derivada de naves elaboradas pela Rússia e EUA.

    'Avião' em órbita planetária

    A nova tecnologia chinesa para transporte de pessoas e cargas em órbita terrestre é significativamente diferente daquela que se usa hoje, ou seja, ônibus espaciais e foguetes que carregam cápsulas para a tripulação espacial podem ser reutilizados após seu regresso do espaço, indica o portal.

    Assim, a nave chinesa permitirá viajar ao espaço de modo semelhante a um avião tradicional. Este "avião espacial" será capaz de decolar de uma pista e, ao atingir a altitude necessária, ativar seu motor a jato para deixar a atmosfera terrestre e pôr-se em órbita.

    Espaço mais acessível

    Espera-se que a nova nave espacial chinesa será mais barata para produzir e mais fácil de manter. Esses fatores permitirão aumentar o número de voos espaciais, criando assim novas oportunidades para aqueles que querem viajar para o espaço, indicou o investigador da corporação Chen Hongbo, citado por Xinhuanet.

    O maior problema desse projeto é que o veículo requer reformas muito caras tanto da nave como dos motores que lhe permitem pôr-se em órbita, destaca Ars Tecnica.

    Mais:

    China aperta botão de início do novo reator nuclear construído com ajuda da Rússia
    Possibilidades ilimitadas: China cria motor que viola as leis da física
    Na China o barulho de turistas pode atrapalhar as buscas de extraterrestres
    China planeja criar seu próprio 'Marte'
    Tags:
    decolagem vertical, motor, aterrissagem, tripulação, órbita, nave espacial, jato, carga, avanço, viagens, tecnologia, avião, NASA, Espaço, Terra, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar