12:19 08 Dezembro 2016
Ouvir Rádio
    Fragmento de asteroide, imagem da NASA

    Descoberta curiosa: de que tamanho é o menor asteroide da órbita terrestre?

    © AP Photo/ NASA
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2380984

    Um grupo de astrónomos da Universidade do Arizona, EUA, mediu o tamanho do menor asteroide da órbita terrestre, revela a revista científica Astronomical Journal.

    Os dados indicam que o corpo celeste, chamado 2015C25, possui um diâmetro entre 1,7 e 3,3 metros. O asteroide executa uma volta completa ao redor do seu eixo a cada dois minutos. O curioso objeto consiste de formações de silício.

    Os cientistas afirmam que o 2015C25 não representa perigo algum para a Terra por ter um tamanho insignificante para alcançar a superfície do nosso planeta.

    A curiosidade é que corpo descoberto é considerado "descendente" do asteroide gigante Nysa, de 113 quilômetros, que se encontra entre as órbitas de Marte e Júpiter.

    Imagem dum asteroide de pedra e gelo criada por um artista
    © East News/ Photoshot/REPORTER
    Vishnu Reddy, astrónomo-chefe do grupo de cientistas, acha que a pesquisa poderá ajudar a definir o movimento dos asteroides para evitar a sua eventual colisão com a Terra. Reddy afirma que os meteoritos que caíram na Terra se formaram da sequência da desintegração de pequenos asteroides com diâmetro de até 20 metros.

    Como informou o jornal Sci News citando um dos astrónomos, Stephen Tegler, "o meteorito que caiu na cidade russa de Chelyabinsk e deixou dezenas de feridos, tinha um tamanho de apenas 20 metros".

    Há já muito tempo que cientistas têm tentado evitar uma eventual colisão de asteroides com a Terra. Embora existam dezenas de milhares asteroides de cerca de 100 metros, até o momento apenas 5 mil são conhecidos.

    Mais:

    NASA: Missão OSIRIS-REx ao asteroide Bennu não causará colisão com Terra
    NASA explorará asteroide que um dia pode aniquilar humanidade
    Tags:
    risco de colisão, meteorito, órbita, asteroide, Chelyabinsk, Júpiter, Marte, Terra, Arizona, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik

    Todos os comentários

    • contrag
      ué, mas eles se baseiam em teorias para fazer isso e não em fatos cientificamente comprovados, acho que a sputnik por ser verdadeira e antiilluminati deveria publicar só coisas comprovadas e não teorias, ou talvez ela não consiga se esconder de todos os publicos e acabe revelando um pouco do que é a traves de brechas como essa
    Mostrar comentários novos (0)

    Em foco