02:46 24 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil combate COVID-19 no final de agosto de 2021 (8)
    12207
    Nos siga no

    Segundo o senador, "não há como o presidente da República escapar de indiciamento" não só pelo inquérito que já responde no STF, mas também por "um conjunto de outros crimes".

    Nesta segunda-feira (30), o vice-presidente da CPI da Covid, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), afirmou que o relatório final da comissão deve apontar para, pelo menos, 25 nomes a serem indiciados, incluindo o nome do presidente, Jair Bolsonaro, segundo O Dia.

    "Diria que teremos de 25 a 30 nomes de indiciados. Não vejo como o presidente da República pode escapar de indiciamento. Ele já responde a inquérito no Supremo Tribunal Federal [STF] por prevaricação, tem um conjunto de outros crimes, não tem como não constar o nome do presidente da República", disse.

    Rodrigues também relatou que a CPI está tentando achar outro caminho para levar denúncias e provas produzidas adiante, no intuito de "trabalhar para que o que foi apurado não ficar somente como um longo texto".

    "[O relatório] Será vastíssimo, aponta não somente crimes de responsabilidade, mas uma infinidade de crimes comuns, e também contra a humanidade, o que pode levar a responsabilização em tribunal internacional. Os crimes cometidos aqui não prescreverão em dois anos. Há aqueles que acham que podem estar protegidos pelo presidente da Câmara [Arthur Lira] e da PGR [Augusto Aras], mas alguns tipos penais não vão prescrever" completou o senador.

    Segundo a mídia, a comissão planeja "estratégias jurídicas alternativas", como ação penal subsidiária da pública, caso "haja desídia" por parte de Aras. "Não aceitaremos ficar nas mãos somente do PGR", disse Rodrigues.

    O vice-presidente da CPI também apresentou uma possível data para o final da CPI, que deve ser entre os dias 20 e 25 de setembro.

    Tema:
    Brasil combate COVID-19 no final de agosto de 2021 (8)

    Mais:

    Parecer técnico da CPI da Covid vai apontar crimes de Bolsonaro, Pazuello e Élcio Franco, diz mídia
    CPI da Covid: comissão aprova quebra de sigilo de advogado de Bolsonaro e de Ricardo Barros
    CPI da Covid: Ministério da Saúde coloca em sigilo documentos sobre compra da vacina Covaxin
    Tags:
    COVID-19, CPI da Covid, novo coronavírus, Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar