20:09 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    5182
    Nos siga no

    O bispo Tomé Ferreira da Silva, que apareceu seminu em uma videochamada com outro homem, não quis comentar o assunto e pediu desligamento diretamente ao Vaticano.

    O papa Francisco aceitou, nesta quarta-feira (18), a renúncia do bispo brasileiro Tomé Ferreira da Silva, que apareceu seminu em uma vídeo chamada com outro homem, segundo a Santa Sé.

    No último dia 13 de agosto, viralizou nas redes sociais um vídeo de pouco mais de um minuto no qual o bispo Ferreira, de 60 anos, também conhecido como dom Tomé, aparece em cenas comprometedoras, seminu conversando com outro homem.

    "O Santo Padre aceitou a renúncia ao governo pastoral da Diocese de São José do Rio Preto, em São Paulo, apresentada por dom Tomé Ferreira da Silva, nomeando administrador apostólico sé vacante da mesma Diocese, dom Moacir Silva, arcebispo metropolitano de Ribeirão Preto", informou o Vatican News.

    O padre brasileiro foi surpreendido por um jornalista local que pediu uma explicação sobre as imagens. O bispo teria confirmado que era ele, mas se recusou a comentar o vídeo, ficando surpreso por ele ter saído de seu celular.

    Segundo o jornal italiano Il Messaggero, há alguns anos o Vaticano abriu uma investigação sobre Ferreira por suposta omissão de casos de abuso sexual na diocese. Além disso, o bispo foi denunciado anteriormente por envio de mensagens de cunho sexual a um jovem.

    Mais:

    Padre ortodoxo é baleado em Lyon, na França; suspeito é preso (VÍDEO)
    Presidente turco exorta papa Francisco a ajudar a pôr fim ao 'massacre' de palestinos por Israel
    Papa Francisco é internado para cirurgia intestina programada, diz Vaticano
    Tags:
    Papa Francisco, bispos, renúncia, redes sociais, brasileiro, Vaticano
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar