06:11 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    4254
    Nos siga no

    Em mais uma reunião a portas fechadas com ministros no Palácio do Planalto, presidente da República segue fazendo reuniões sem a presença do vice. Desde o começo do ano, é notório o distanciamento entre Bolsonaro e Mourão.

    Na manhã desta terça-feira (15), o presidente, Jair Bolsonaro, se encontrou com ministros para discutir ações do governo. Mais tarde, o vice-presidente, Hamilton Mourão, foi indagado por jornalistas do porquê de sua ausência na reunião. Mourão afirmou que não foi convidado e que "sente falta", segundo o G1.

    "Não, não fui convidado. E sim, sinto falta. A gente fica sem saber o que está acontecendo […]. É importante que a gente saiba o que está acontecendo, né? Paciência, né? C'est la vie [é a vida], como dizem os franceses", declarou o vice-presidente citado pela mídia.

    Desde o início do ano, Mourão tem sido excluído das reuniões de Bolsonaro com ministros e, desde 2019, o presidente e seus aliados criticam o hábito do vice de conceder entrevistas à imprensa, de acordo com a mídia.

    Em fevereiro, o vice-presidente também fez um comentário semelhante ao ser excluído de outra reunião entre Bolsonaro e ministros, dizendo que "o presidente julgou que era desnecessária minha presença".

    Reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros, em Brasília, da qual Hamilton Mourão também foi excluído, 9 de fevereiro de 2021
    Reunião do presidente Jair Bolsonaro com ministros, em Brasília, da qual Hamilton Mourão também foi excluído, 9 de fevereiro de 2021

    A relação entre Bolsonaro e Mourão piorou no início do ano, depois do vazamento de mensagens de um assessor do vice-presidente, que mencionava a possibilidade de Mourão assumir o governo.

    Porém, o vice-presidente já teria declarado em diversas entrevistas que não ambiciona concorrer à vice-presidência nas eleições de 2022, e que avalia concorrer como senador pelo Rio Grande do Sul.

    Mais:

    Pazuello entende que 'cometeu um erro', diz Mourão sobre ato com Bolsonaro
    Mourão critica regra que permite que Bolsonaro e ministros ganhem acima do teto: 'Não é ético'
    Ministério da Economia deveria 'abrir as pernas' para contratação de temporários, defende Mourão
    Tags:
    rivalidade, Palácio do Planalto, Antonio Hamilton Mourão, Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar