04:38 24 Julho 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    1101
    Nos siga no

    Um ofício do Conselho Nacional de Saúde (CNS) aponta que o Ministério da Saúde cancelou, em agosto de 2020, uma compra internacional de medicamentos para o chamado "kit intubação".

    O agravamento da pandemia no país tem feito as reservas dos medicamentos necessários para o procedimento se esgotarem. Com isso, o governo passou a requisitar os estoques dos laboratórios para tentar suprir a demanda, conforme publicado pelo G1.

    Um texto do CNS, de 20 de agosto do ano passado, comenta o cancelamento e ressalta que o Ministério da Saúde não deu explicações do motivo.

    "Considerando que em 12 de agosto de 2020 a operação Uruguai II, executada pelo Ministério da Saúde para aquisição de medicamentos do kit intubação foi cancelada, sem que seus motivos fossem esclarecidos", diz um trecho do documento.
    Em Brasília, paciente com COVID-19 chega de ambulância a um hospital público de referência, em 17 de março de 2021
    © Folhapress / Agif / Mateus Bonomi
    Em Brasília, paciente com COVID-19 chega de ambulância a um hospital público de referência, em 17 de março de 2021

    O texto já alertava que o desabastecimento desses medicamentos colocaria em risco toda a estrutura planejada para o atendimento de Saúde durante a pandemia, já que "mesmo com leitos disponíveis, sem esses medicamentos não é possível realizar o procedimento, podendo levar todo o sistema de saúde ao colapso".

    A Uruguai II é o nome da operação para a compra dos equipamentos. Segundo informações do site do Ministério da Saúde, a Uruguai I comprou "54.867 unidades de medicamentos usados no auxílio da intubação de pacientes em UTI que se encontram em estado grave ou gravíssimo pela COVID-19".

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    Pandemia agrava miséria e segurança alimentar no Brasil fica em 'situação de pré-colapso'
    OAB pede que STF obrigue Bolsonaro a comprar vacinas para imunização em massa
    COVID-19: sem tratamento ainda, máscara pode fazer mais do que UTI, diz infectologista
    Tags:
    saúde, Ministério da Saúde, internação, Brasil, novo coronavírus, pandemia, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar