21:40 22 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    415
    Nos siga no

    Em busca de legenda para se filiar para disputar eleições de 2022, o presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (11) que está conversando com seu antigo partido, o PSL.

    Eleito pela sigla em 2018, Bolsonaro se desentendeu com o partido e o presidente do PSL, o deputado Luciano Bivar, e deixou a legenda no ano seguinte. 

    Inicialmente, o desejo do presidente era criar uma nova legenda, a Aliança pelo Brasil, que teve dificuldade para reunir as assinaturas necessárias e ainda não saiu do papel.

    "Espero, em março, decidir o meu futuro político. Alguns partidos acenaram para mim. Até o próprio PSL, conversei com o PSL também, entre outros partidos, repito", disse Bolsonaro em transmissão ao vivo nas redes sociais. 

    Apesar do diálogo com seu antigo partido, o presidente afirmou que existe "meia dúzia" de políticos na legenda com quem ele não conversa, porque "destruíram todas as pontes" de diálogo:

    "E eu quero tomar a decisão depois de ouvir vocês, ou melhor, a grande maioria de vocês, porque tem meia dúzia lá que não dá para conversar lá que destruíram todas as pontes ao longo dos últimos anos em causa própria, mas tudo bem. Então, eu espero brevemente decidir essa questão partidária", disse Bolsonaro.

    Bolsonaro já foi de 8 partidos

    A retomada das negociações com o PSL surge logo após o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, por decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter seus processos e condenações na Lava-Jato anulados. 

    Com isso, Lula recuperou seus direitos políticos e, caso a situação não mude, poderá se candidatar em 2022. Na segunda-feira (8), Bolsonaro se encontrou com políticos do PSL no Palácio da Alvorada. 

    Antes de se filiar ao PSL, Bolsonaro estava no PSC, para onde migrou após passagem pelo PP. Ao todo, ele já integrou oito partidos.

    Mais:

    Mourão avalia Lula para 2022: 'Não vence eleição' porque tem 'ideias velhas'
    Guedes: 'Economia voltou em V e está começando a decolar de novo'
    Brasil registra mais 2.207 mortes e total de vítimas da COVID-19 chega a 273.124
    'É muito difícil concordar com o chanceler' quanto às críticas feitas a Lula, diz cientista político
    Tags:
    Edson Fachin, STF, Lula, eleições, Luciano Bivar, PSL, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar