13:00 16 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil no início de março de 2021 (92)
    140
    Nos siga no

    O Brasil registrou 1.699 mortes pela COVID-19 nas últimas 24 horas, fazendo total de óbitos pela doença chegar a 260.970, segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado nesta quinta-feira (4).

    A pasta contabilizou ainda 75.102 novos casos do coronavírus. Ao todo, 10.793.732 pessoas já foram infectadas, segundo números do governo. 

    O país vive segunda onda da pandemia, com alta de casos e mortes. Na quarta-feira (3), o Brasil registrou 1.910 óbitos pela COVID-19, recorde negativo até agora. No dia anterior, foram contabilizadas 1.641 mortes. 

    A alta de casos tem provocado lotação de hospitais em diversas cidades do país. Em vários municípios e estados, novas medidas de isolamento foram decretadas para tentar conter a disseminação do vírus. 

    Segundo especialistas, um dos motivos para a aceleração dos casos pode ser a identificação de mutações do coronavírus no Brasil, assim como a falta de medidas de restrição à circulação.

    'Chega de frescura' 

    Nesta quinta-feira (4), ao comentar sobre a situação da pandemia no Brasil, o presidente Jair Bolsonaro disse que era preciso deixar de "mimimi" e "frescura". 

    "Nós temos que enfrentar nossos problemas. Chega de frescura, de mimimi. Vão ficar chorando até quando? Temos que enfrentar os problemas. Respeitar, obviamente, os mais idosos, aqueles que têm doenças, comorbidades. Mas onde vai parar o Brasil se só pararmos?", afirmou o chefe de Estado. 

    Tema:
    Coronavírus no Brasil no início de março de 2021 (92)

    Mais:

    BNDES concedeu R$ 20 milhões ao maior fabricante de hidroxicloroquina do Brasil, diz imprensa
    Itália barra exportação de 250 mil vacinas da AstraZeneca para a Austrália
    Iraque aprova Sputnik V e fecha compra de 1 milhão de doses da vacina, diz mídia
    Tags:
    mortes, Brasil, COVID-19, pandemia, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar