01:47 27 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)
    104
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro elogiou nesta quarta-feira (20) o papel da Força Aérea Brasileira (FAB), afirmando que as doses de vacina usadas no país foram entregues no dia "D-1". 

    A declaração foi uma referência a fala recente do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que, no dia 11 de janeiro, questionado sobre a falta de data para o início da vacinação contra o coronavírus no Brasil, afirmou que o processo começaria "no dia D e hora H".

    A imunização no Brasil foi iniciada no domingo passado (17) com doses da CoronaVac. No entanto, o ritmo de vacinação é lento e, além disso, podem faltar doses já nas próximas semanas. 

    "Também a nossa Força Aérea, nesta primeira parte da entrega de vacinas no Brasil, cumpriu sua missão no dia D-1. Isso é motivo de orgulho, tendo em vista o seu planejamento, a sua organização, o seu patriotismo e o seu sentimento de defesa dos direitos humanos", disse Bolsonaro, segundo a Folha de S.Paulo. 

    80 anos da FAB

    Em evento comemorativo aos 80 anos da Força Aérea Brasileira, realizado na base aérea de Brasília, o presidente citou ainda o transporte de materiais hospitalares em aviões da FAB. 

    "Podemos dizer, como sempre, o papel da nossa Força Aérea. Só no corrente ano, o que fizeram pelo próximo, podemos citar o socorro aos nossos irmãos de Manaus, que passavam momentos difíceis. E a nossa Força Aérea, transportando em suas asas meios materiais e gente para socorrer os nossos irmãos", disse Bolsonaro.

    A Advocacia-Geral da União (AGU) informou ao Supremo Tribunal Federal (STF) que o Ministério da Saúde sabia sobre a falta de oxigênio em Manaus desde 8 de janeiro, seis dias antes de o insumo se esgotar em vários hospitais, levando pacientes à morte por asfixia.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)

    Mais:

    Bolsonaro diz que não é um 'excelente presidente', mas muitos querem a volta dos 'anteriores'
    Declaração de Bolsonaro 'achincalha' Forças Armadas e favorece Doria, opina especialista
    'Bolsonaro só semeia insegurança e violência', diz candidata à presidência de Portugal
    Tags:
    Força Aérea, governo, novo coronavírus, COVID-19, pandemia, vacina, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar