05:19 01 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)
    0 21
    Nos siga no

    O Ministério da Saúde do Brasil confirmou nesta sexta-feira (15) o caso de reinfecção pela nova variante do SARS-CoV-2 originada no estado do Amazonas e que havia sido identificado pela Fiocruz na terça-feira (12).

    De acordo com o ministério, o caso confirmado é de uma mulher de 29 anos de Manaus, que havia sido diagnosticada com a COVID-19 pela primeira vez em março de 2020, e testou positivo novamente para o coronavírus no fim de dezembro, após a realização de um exame PT-PCR.

    A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) analisou o caso e constatou que o vírus encontrado na mulher apresentava mutações compatíveis com a variante identificada pelo Ministério da Saúde do Japão no dia 10 de janeiro em quatro turistas que tinham recentemente visitado o Amazonas e retornado ao país asiático.

    "A segunda análise realizada mostrou um padrão de mutações compatível com a variante do vírus SARS-CoV-2 identificada recentemente pelo Ministério da Saúde do Japão, mas de origem no Amazonas", detalhou o governo brasileiro, segundo o jornal O Estado de S.Paulo.

    A Fiocruz alertou ao Ministério da Saúde na terça-feira (12) que havia identificado essa nova cepa em uma pessoa que já havia sido infectada anteriormente. De acordo com a pasta, este é o segundo caso de reinfecção provocado por uma nova cepa do SARS-CoV-2 no Brasil, depois que uma mulher foi diagnosticada na Bahia em outubro com a variante identificada na África do Sul.

    "A informação foi compartilhada, como parte da rotina da vigilância epidemiológica, com a Organização Pan-Americana da Saúde [Opas/OMS] e com toda a Rede do Centro de Informações Estratégicas e Resposta em Vigilância em Saúde [Cievs]. O Ministério da Saúde recomendou a estados, Distrito Federal e municípios o contínuo fortalecimento das atividades de controle da COVID-19, a ampliação do sequenciamento de rotina dos vírus SARS-CoV-2, a investigação de surtos e o rastreamento de contatos de todo caso de COVID-19", informou o ministério.

    Os pesquisadores da Fiocruz, por sua vez, afirmaram na terça-feira (12) que a nova cepa que surgiu no Amazonas estaria relacionada com o crescimento de casos da doença no estado.

    "A gente precisa suspeitar que essa variante seja também mais transmissível porque ela já carreia mutações que foram encontradas em outras variantes e que já foram associadas com maior transmissibilidade", disse Felipe Naveca, virologista e pesquisador da Fiocruz, à agência Reuters.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)

    Mais:

    Pacientes de Manaus com COVID-19 começam a ser transferidos para outros estados
    'Governo está fazendo além do que pode', diz Mourão sobre colapso da saúde em Manaus
    Bolsonaro isenta governo federal de responsabilidade sobre crise no Amazonas
    Tags:
    mutação, novo coronavírus, Amazonas, COVID-19, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar