11:18 22 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)
    198
    Nos siga no

    O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ironizou nesta quarta-feira (13) a taxa de eficácia da CoronaVac, divulgada nesta terça-feira (12) pelo governo de São Paulo.

    O comentário em tom irônico foi feito durante conversa com apoiadores, em Brasília.

    "Essa de 50% é uma boa?", perguntou Bolsonaro.

    O presidente afirmou também que vem sofrendo muitas críticas por conta da condução do planejamento da vacinação nacional. Segundo Bolsonaro, qualquer vacina que "passar pela Anvisa" (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) será utilizada para imunizar a população brasileira.

    "Estou há quatro meses apanhando por causa da vacina. Entre eu [sic] e a vacina tem a Anvisa. Eu não sou irresponsável. Eu não estou a fim de agradar quem quer que seja", disse, conforma mostra um vídeo publicado pelo UOL.

    Além disso, o presidente afirmou que agora todos "estão vendo a verdade" sobre a CoronaVac, sem especificar mais detalhes.

    Presidente Jair Bolsonaro acena para apoiadores durante visita ao hospital de campanha em obras em Águas Lindas, em Goiás
    © Folhapress
    Presidente Jair Bolsonaro acena para apoiadores durante visita ao hospital de campanha em obras em Águas Lindas, em Goiás

    Nesta terça-feira (12), o governo de São Paulo anunciou que a eficácia global da CoronaVac, vacina contra a COVID-19 desenvolvida em parceria da farmacêutica chinesa Sinovac com o Instituto Butantan, é de 50,38%.

    Segundo o CEO da Sinovac, Yin Weidong, a baixa taxa de eficácia da vacina apontada no Brasil se deve ao fato de os participantes do teste conduzidos pelo Butantan serem médicos, que enfrentam alto risco de contrair a COVID-19.

    Por diversas vezes, Bolsonaro já se mostrou contrário ao uso de vacinas contra a COVID-19. No dia 15 de dezembro, o presidente afirmou: "Não vou tomar a vacina e ponto final". Poucos dias depois, no dia 23 de dezembro, afirmou que a melhor vacina contra a COVID-19 é o próprio vírus.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil em meados de janeiro de 2021 (97)

    Mais:

    Ministério da Saúde do Brasil anuncia que distribuirá vacina CoronaVac a todos estados
    Butantan confirma que governo vai adquirir toda produção da CoronaVac no Brasil
    Doria cobra 'senso de urgência' da Anvisa por aprovação da CoronaVac
    Anvisa definirá sobre uso emergencial da CoronaVac e da vacina de Oxford no domingo
    Tags:
    COVID-19, Anvisa, novo coronavírus, pandemia, saúde, vacina, Brasília, Vacina CoronaVac, Brasil, Jair Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar