15:47 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    4113
    Nos siga no

    Esta será a terceira viagem internacional de Lula após sua saída da prisão. Ele foi ao Vaticano em fevereiro, quando se encontrou com o Papa Francisco, e à Europa, em março.

    O ex-presidente Lula avisou à Justiça que vai viajar à Cuba para participar da gravação de um documentário. Os advogados de Lula enviaram na noite desta terça-feira (8) um ofício à 13ª Vara Criminal Federal de Curitiba, comunicando a viagem.

    As informações foram publicadas pela Folha de São Paulo.

    Apesar de ter sido condenado duas vezes e com outros processos em andamento, Lula não tem impedimento legal para viajar. A comunicação à Justiça, no entanto, é necessária para quem está na condição de réu.

    De acordo com os advogados, o ex-presidente vai deixar o Brasil em 17 de dezembro e retorna apenas no 20 de janeiro de 2021. A defesa de Lula sustenta no ofício que a viagem à Cuba não vai impedir que ele compareça a nenhum ato judicial em que seja demandada sua presença.

    "Conforme se procedeu durante todo o tramitar do feito, o peticionário [Lula] esclarece que não deixará de comparecer a nenhum ato judicial para o qual sua presença seja obrigatória", escreveram os advogados.

    O documentário que motiva a viagem de Lula à Cuba é dirigido pelo norte-americano Oliver Stone, ganhador do Oscar de melhor diretor com os filmes Platoon (1987) e Born of the Fourth of July (1990). Ele também dirigiu o longa Snowden (2016).

    O novo filme de Oliver Stone será sobre crises democráticas na América Latina, e terá o ex-presidente brasileiro como personagem central.

    Ex-presidente Lula recebe título de cidadão honorário de Paris em 2 de março de 2020
    © AP Photo / Thibault Camus
    Ex-presidente Lula recebe título de cidadão honorário de Paris em 2 de março de 2020
    Lula já havia dado uma entrevista em outro documentário de Stone, o "Ao Sul da Fronteira", que trata do momento em que ascenderam governos de esquerda no continente.

    Vale lembrar que nesta quinta-feira (10), o Comitê Lula Livre vai lançar pelas redes sociais um documentário sobre a ação da Lava Jato, do ex-juiz Sergio Moro e do Supremo Tribunal Federal na condenação do ex-presidente.

    Mais:

    Presidente do PT: paz entre Ciro e Lula 'passa por pedido de desculpas' do pedetista
    'Influência de Bolsonaro e Lula nas eleições não será significativa', diz cientista político
    Covas e Boulos eram os convidados, mas Twitter só queria saber do Lula e do PT
    Tags:
    viagem internacional, documentário, Cuba, justiça, Lula
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar