16:26 15 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 02
    Nos siga no

    O Tribunal de Justiça de Alagoas absolveu o deputado federal Arthur Lira (PP-AL) da acusação de "rachadinha" na Assembleia Legislativa do estado.

    Ele é acusado de montar um esquema de apropriação de parte do salários de servidores quando era deputado estadual, entre os anos de 2003 e 2006. A decisão foi tomada na quinta-feira (3) e assinada pelo juiz Carlos Henrique Pita Duarte, segundo publicou o G1.

    Lira é o líder do chamado centrão na Câmara de Deputados e foi um dos principais articuladores da aproximação do grupo com o presidente Jair Bolsonaro. Atualmente, ele articula nos bastidores a própria candidatura à presidência da Casa.

    ​A decisão pode ser recorrida. A acusação tinha sido feita pela Procuradoria Geral da República (PGR) ao Supremo Tribunal Federal STF), mas foi encaminhada ao Tribunal de Justiça de Alagoas porque fatos que não tenham relação com o mandato não são mais julgadas no Supremo.

    A absolvição de Lira aconteceu no mesmo dia em que foi divulgada a denúncia indicando que Lira havia comandado o esquema quando era deputado estadual na Assembleia de Alagoas.

    De acordo com a sentença de primeiro grau que absolveu Lira, as provas utilizadas na acusação são ilícitas, e por isso não poderiam ser consideradas na análise do processo.

    Mais:

    Câmara dos Deputados aprova texto-base da Reforma da Previdência
    Deputada acusada de mandar matar marido terá caso levado ao Conselho de Ética da Câmara
    STF: 1ª Turma faz maioria para manter Arthur Lira, líder do centrão, como réu
    Tags:
    julgamento, crime, corrupção, deputado, Alagoas, justiça, Câmara dos Deputados, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar