18:41 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Coronavírus no Brasil em meados de novembro (37)
    0 30
    Nos siga no

    A esmagadora maioria dos participantes da pesquisa no Brasil é positiva sobre a vacinação contra o coronavírus, de acordo com pesquisa da YouGov. Os brasileiros que conhecem a vacina russa Sputnik V mostram confiança na Rússia como fabricante global de vacinas.

    A empresa britânica YouGov, líder em pesquisa de mercado e análise de dados do Reino Unido, realizou a pesquisa para analisar atitude em relação à vacinação contra COVID-19 e preferências na escolha de uma vacina em 11 países, inclusive no Brasil. A pesquisa contou com participação de mais de 12 mil entrevistados.

    Esta pesquisa é uma das maiores sobre o tema e a primeira pesquisa global em que participaram países do Oriente Médio e do Sudeste Asiático.

    Os dados da pesquisa foram anunciados pelo Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo).

    No Brasil, 85% dos entrevistados são positivos sobre a vacinação contra o coronavírus, de acordo com os dados da pesquisa. Este número é maior do que a média mundial, que corresponde a 73%.

    Entre os entrevistados que conhecem a vacina russa Sputnik V quatro em cada cinco gostariam de ser vacinados, o que mostra grande confiança na vacina russa contra a COVID-19.

    No Brasil, a vacina russa é conhecida por mais da metade dos entrevistados, cerca de 56%, revelam dados da pesquisa.

    Cada entrevistado nomeou três países mais confiáveis como fabricantes globais de vacinas. Cinco em cada dez brasileiros entrevistados mencionam Rússia entre os países de maior credibilidade, segundo pesquisa da YouGov.

    Nove em cada dez brasileiros entrevistados mostram confiança em vacina baseada em adenovírus humanos. Adenovírus humanos são a base da vacina russa Sputnik V contra COVID-19.

    A pesquisa foi realizada de 9 a 19 de outubro antes do anúncio de 92% de eficácia da vacina Sputnik V durante a primeira análise provisória de dados da terceira fase de testes clínicos.

    O RFPI, que divulgou os dados da pesquisa, investe capital em empresas principalmente russas, e estabelece parcerias estratégicas com os principais investidores financeiros e estratégicos estrangeiros de 18 países.

    Mais informações podem ser encontradas no site.

    Tema:
    Coronavírus no Brasil em meados de novembro (37)

    Mais:

    Rússia e Israel discutem cooperação na luta contra COVID-19; Sputnik V é tema da conversa
    Seul fecha acordo para produzir 150 milhões de doses da vacina russa Sputnik V por ano
    UE aceita acordo com empresa europeia para fornecimento de milhões de vacinas contra COVID-19
    Tags:
    vacina, vírus, COVID-19, novo coronavírus, pesquisa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar