08:13 28 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)
    0 109
    Nos siga no

    A cidade de Wuhan, tida como epicentro da epidemia de COVID-19 na China, informou ter encontrado traços do vírus SARS-CoV-2 em embalagens de carne importada do Brasil.

    O produto em ocasião seria da companhia Marfrig, uma das gigantes na produção de alimentos à base de proteína animal no mundo e com sede em São Paulo.

    Conforme publicou o portal UOL, a descoberta se deu enquanto autoridades chinesas têm intensificado os testes de alimentos congelados nesta semana, como parte do combate à COVID-19.

    Ao total, três amostras apresentaram resultado positivo para a presença do vírus na parte exterior das embalagens de carne bovina congelada e desossada no Brasil.

    A mercadoria chegou ao gigante asiático ainda em agosto e desde então tinha sido guardada em um frigorífico.

    Por sua vez, a empresa produtora preferiu não comentar o caso.

    A China vem verificando alimentos importados desde o final de junho, sendo que só em setembro encontrou 22 amostras com COVID-19 nas mercadorias.

    Da mesma forma, traços do coronavírus também foram encontrados em embalagem de carne bovina oriunda da Argentina.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)

    Mais:

    Especialistas não acreditam que alta na exportação da soja afete segurança alimentar no Brasil
    Pandemia agravou insegurança alimentar e Brasil pode voltar ao Mapa da Fome, dizem economistas
    COVID-19: crise no turismo de Portugal afeta brasileiros residentes e viajantes
    Tags:
    doença, Brasil, carne bovina, China, pandemia, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar