20:11 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    111
    Nos siga no

    A CEA (Companhia de Eletricidade do Amapá) divulgou neste domingo (8) cronograma com o rodízio de fornecimento de energia nas cidades do estado atingidas por um apagão. 

    Desde terça-feira (3), 13 municípios amapaenses estão às escuras. O esquema será implementado até o restabelecimento do fornecimento de energia no estado, o que só deve ocorrer no fim de semana que vem, segundo o Ministério de Minas e Energia. 

    O apagão começou após incêndio danificar um transformador na Isolux, em Macapá, a principal subestação do estado. O aparato já foi consertado, mas a CEA argumenta que a capacidade do sistema ainda não foi totalmente recuperada. 

    De acordo com o sistema de rodízio, cada região terá energia por pelo menos seis horas. Bairros e localidades próximas de hospitais e serviços essenciais da capital Macapá e da cidade de Santana terão fornecimento mantido 24 horas. O fornecimento para o estado está em cerca de 65% do total no momento. 

    Noite de protestos

    Os horários de referência do rodízio serão de 0h às 6h, 6h às 12h, 12h às 18h e 18h às 0h. O apagão na região gerou filas em postos de gasolina e para comprar água.

    Durante a noite de sábado (7) e a madrugada deste domingo (8) houve protestos em Macapá e Santana contra a falta de energia. Os manifestantes queimaram pneus e gritaram palavras de ordem contra o apagão e a ausência de cronograma para o retorno do sistema. 

    Mais:

    Naufrágio de barco no Amapá deixa mortos, feridos e desaparecidos
    Amapá adota lockdown e rodízio de veículos em meio à pandemia de COVID-19
    Retorno da energia no Amapá pode levar até 15 dias
    Tags:
    Ministério de Minas e Energia, apagão, energia, Brasil, Macapá, Amapá
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar