21:36 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrenta COVID-19 no fim de outubro (38)
    1165
    Nos siga no

    Vice-presidente falou sobre a vacina chinesa em entrevista à revista Veja. Segundo ele, polêmica sobre imunização faz parte de uma "briga política" com João Doria.

    Em uma entrevista publicada pela revista Veja nesta sexta-feira (30), o vice-presidente, Hamilton Mourão, contradisse o presidente Jair Bolsonaro e afirmou que o Brasil vai comprar a vacina do laboratório chinês Sinovac, desenvolvida em parceria com o Instituto Butantan.

    "Lógico que vai. Essa questão da vacina é briga política com o Doria. O governo vai comprar a vacina, lógico que vai. Já colocamos os recursos no Butantan para produzir essa vacina. O governo não vai fugir disso aí", afirmou.

    O vice esclareceu que não tem receio de tomar uma vacina que venha da China. "Desde que esteja certificada pela Anvisa. Não tem problema nenhum", concluiu.

    Na quarta-feira (21), o presidente Jair Bolsonaro declarou que a vacina contra a COVID-19 desenvolvida pela empresa chinesa SinoVac, em parceria com o Instituto Butantan, não seria comprada pelo governo.

    A declaração de Bolsonaro, feita nas redes sociais em resposta a comentários de usuários no Facebook, aconteceu um dia após o Ministério da Saúde anunciar a compra de 46 milhões de doses da vacina CoronaVac.

    Funcionário trabalha em fábrica de embalagem da vacina produzida pelo laboratório SinoVac, na China
    © REUTERS / Thomas Peter
    Funcionário trabalha em fábrica de embalagem da vacina produzida pelo laboratório SinoVac, na China
    Tema:
    Brasil enfrenta COVID-19 no fim de outubro (38)

    Mais:

    Anvisa autoriza a importação de 6 milhões de doses da CoronaVac
    Impasse sobre CoronaVac pode atrasar vacinação no Brasil, diz secretário de São Paulo
    Anvisa autoriza em caráter excepcional importação de insumos para fabricação da CoronaVac
    Tags:
    Instituto Butantan, China, Vacina CoronaVac, COVID-19, Jair Bolsonaro, General Mourão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar