14:16 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    1197
    Nos siga no

    O Ministério Público Federal confirmou nesta tarde a saída do procurador da República Deltan Dallagnol da operação Lava Jato, cuja força-tarefa ele liderou desde o início. Ele será substituído por Alessandro José Fernandes de Oliveira.

    De acordo com o MPF, o motivo da saída seria o desejo do procurador de se dedicar a questões familiares. Ele deixa a função após seis anos de trabalho. 

    ​"Por todo esse período, enquanto coordenador dos trabalhos, Deltan desempenhou com retidão, denodo, esmero e abnegação suas funções, reunindo raras qualidades técnicas e pessoais. A liderança exercida foi fundamental para todos os resultados que a Operação Lava Jato alcançou, e os valores que inspirou certamente continuarão a nortear a atuação dos demais membros da força-tarefa, que prosseguem no caso", diz o comunicado.

    O escolhido para assumir a força-tarefa no Paraná, o procurador do estado Alessandro José Fernandes de Oliveira, segundo o Ministério Público, tem reconhecida experiência no combate ao crime organizado, e é o membro com maior antiguidade na procuradoria a manifestar interesse e disponibilidade para coordenar os trabalhos no ofício ao qual está vinculado o caso.

    "Os integrantes da Força-Tarefa da Lava Jato no Paraná agradecem a Deltan Dallagnol a imensa contribuição prestada no combate à corrupção e se solidarizam com o seu momento pessoal, ao tempo em que expressam apoio e confiança a Alessandro Oliveira. Os trabalhos na força-tarefa prosseguirão da mesma forma como nos últimos anos."

    Mais:

    PGR x Lava Jato: Fachin nega recurso da procuradoria para ter acesso aos dados das forças-tarefas
    'Temos que ser a favor da Lava Jato, desde que tudo seja feito dentro da lei', diz especialista
    Lava Jato: TRF-4 absolve ex-tesoureiro do PT que foi condenado por Moro
    Tags:
    Ministério Público Federal, Ministério Público, MPF, força-tarefa, Deltan Dallagnol, Operação Lava Jato, Lava Jato
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar