14:42 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no final de agosto (50)
    0 30
    Nos siga no

    O Instituto de Estudos de Saúde Suplementar (IESS) informou nesta segunda-feira (31) que 254,545 mil beneficiários deixaram os planos de saúde médico-hospitalares entre abril e julho deste ano.

    A redução de 0,5%, é explicada pela pandemia do novo coronavírus. O segmento tem agora 46.758.762 beneficiários, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), informou Agência Brasil.

    Na análise de 12 meses encerrados em julho de 2020, comparativamente ao mesmo período do ano passado, foram perdidos 112,244 mil beneficiários, queda de 0,2%. De julho de 2019 a julho deste ano, entretanto, a diferença entre adesões e cancelamentos apresentou saldo positivo de 35.558 beneficiários.

    O superintendente executivo do IESS, José Cechin, disse que, no início da pandemia, em fevereiro e março, ocorreram mais adesões do que cancelamentos de planos médico-hospitalares. Já a partir de abril, o setor passou a registrar baixas sucessivas de beneficiários, como consequência do alto índice de demissões, perda do poder aquisitivo da população, fechamento de empresas e interrupção de atividades.

    O comportamento do setor vai depender dos rumos que a COVID-19 poderá tomar no Brasil, do comportamento das pessoas e das ações dos poderes público e privado, avalia o superintendente do IESS. Cechin esclareceu que o comportamento do mercado de planos de saúde médico-hospitalares está atrelado ao saldo de empregos formais no país, uma vez que a maioria dos planos são coletivos empresariais, ou seja, oferecidos pelas empresas aos seus colaboradores.

    O desemprego e a redução da renda das famílias leva os beneficiários a não poder manter planos individuais e familiares ou mesmo coletivos por adesão, disse Cechin.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no final de agosto (50)

    Mais:

    Fake news podem prejudicar vacinação contra COVID-19 no Brasil, diz especialista
    Brasil: arquipélago turístico reabre apenas para quem já pegou COVID-19
    Protecionismo: EUA culpam crise da COVID-19 para conter importações de aço do Brasil
    Tags:
    planos de saúde, Brasil, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar