06:22 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    111
    Nos siga no

    O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quarta-feira (5) dados sobre o perfil do eleitorado brasileiro nas eleições municipais de 2020, que foram adiadas em função da pandemia da COVID-19. 

    A data inicial do pleito seria 4 de outubro, com segundo turno em 25 do mesmo mês. Agora, o primeiro turno acontecerá no dia 15 de novembro e o segundo, quando necessário, em 29 de novembro. Os dados foram apresentados pelo presidente do Tribunal, Luís Roberto Barroso. 

    De acordo com o TSE, 147.918.483 cidadãos estão aptos a votar, sendo que 52,49% desse número são mulheres (77.649.569) e 47,48% são homens (70.228.457). Outros 40.457 não informaram o gênero, o que representa 0,03% do eleitorado. Desde 2018, a Justiça Eleitoral permite o uso do nome social no título de eleitor, direito que será usado por 9.985 pessoas neste ano.

    Eleitorado aumentou 2,66%

    Do total de eleitores, 133.377.663 são obrigados a votar. Outros 14.538.651 têm voto facultativo (adolescentes com 16 e 17 anos, idosos com mais de 70 anos e analfabetos).

    O total de cidadãos aptos a participar do processo representa um aumento de 2,66% em relação às últimas eleições municipais, realizadas em 2016, quando 144.088.912 podiam votar. 

    O maior aumento foi registrado no estado do Amazonas, que passou de 2.320.326 eleitores para 2.503.269, alta de 7,88%. O único que apresentou redução foi o Tocantins, que caiu 0,17% (em 2016 eram 1.037.063 e em 2020 serão 1.035.289).

    Menor colégio tem 1.001 eleitores

    O maior colégio eleitoral do Brasil permanece sendo São Paulo, que tem 33.565.294 cidadãos aptos a votar (aumento de 2,69% em relação a 2016). A capital de São Paulo é o maior município em número de eleitores, com 8.986.687 no total.

    O menor colégio eleitoral, com apenas 1.001 eleitores, é Araguainha, no Mato Grosso. 

    O perfil contabiliza todos os municípios do país, menos os eleitores do Distrito Federal, Fernando de Noronha (que é um distrito de Pernambuco) e brasileiros no exterior, que não votam neste pleito. O processo irá definir prefeitos e vereadores de 5.569 cidades.

    Mais:

    Instituto Marielle Franco lança plataforma antirracista com foco nas eleições
    Bolívia: sindicatos fecham rodovias em greve contra adiamento das eleições
    Venezuela: 27 partidos de oposição dizem que não participarão de eleições parlamentares
    Tags:
    pandemia, epidemia, COVID-19, novo coronavírus, São Paulo, Mato Grosso, Amazonas, Brasil, pleito, Luís Roberto Barroso, TSE, eleitores, votação, eleições
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar