07:42 06 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil enfrenta COVID-19 no início de junho (52)
    4200
    Nos siga no

    Segundo números divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS) nesta quarta-feira (10), o país tem agora 39.680 mortos pela COVID-19 e 772.416 casos.

    De acordo com o órgão, nas últimas 24 horas o número de casos confirmados do novo coronavírus foi de 32.913, enquanto o acréscimo de óbitos foi de 1.274.

    A taxa de letalidade é de 5,1%. Já a taxa de mortalidade (por 100.000 habitantes) é de 18,9.

    No boletim de terça-feira (9), o país somava 38.406 mortes e 739.503 casos.

    São Paulo é o estado mais afetado do Brasil, com 156.316 casos e 9.862 mortes. Depois, aparecem o Rio de Janeiro, com 74.373 casos e 7.138 óbitos; e Ceará, com 71.402 casos e 4.480 mortes.

    Ó órgão passou a divulgar os dados da evolução da COVID-19 em um portal após o Ministério da Saúde afirmar que não informaria mais os números consolidados da doença, apenas o registro das últimas 24 horas.

    Além disso, no domingo (7), o governo divulgou dados divergentes sobre a enfermidade. 

    No entanto, após pressão de especialistas e políticos, e de decisão do Supremo Tribunal Federal, a pasta voltou a informar o número total de óbitos e casos no Brasil.

    Tema:
    Brasil enfrenta COVID-19 no início de junho (52)

    Mais:

    Embaixador chinês: origem da COVID-19 não foi necessariamente na China, mas foi detectada lá antes
    Muitos casos, poucas mortes: diretor da OMS avalia como a Rússia lida com a COVID-19
    São Paulo poderá ter 20 mil mortes por COVID-19 até o fim de junho
    Tags:
    Ministério da Saúde, governo, epidemia, pandemia, COVID-19, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar