00:14 26 Janeiro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    497
    Nos siga no

    A frente do Palácio do Planalto, local de trabalho do presidente Jair Bolsonaro, foi alvo de um ato de vandalismo com tinta vermelha na manhã desta segunda-feira (8). O autor do ataque foi preso pela polícia do Distrito Federal.

    O material foi jogado na direção da rampa usada por autoridades em eventos oficiais, de acordo com informações do portal G1. Funcionários da limpeza do palácio já trabalham no local para a retirada de toda a tinta.

    A atitude do autor do ataque configura o crime de vandalismo, uma vez que o Palácio do Planalto integra o conjunto arquitetônico de Brasília, tombada como patrimônio da humanidade pela Unesco.

    O G1 ainda informou que Bolsonaro estava no local quando os funcionários iniciaram a limpeza da tinta, e que o material foi atirado das imediações de uma cerca móvel que separa o Palácio do Planalto da rua.

    O ataque ocorre um dia após uma série de manifestações que aconteceram em todo o Brasil, as quais, em sua maioria, eram em oposição ao governo Bolsonaro e a favor da democracia.

    Bolsonaro vem protagonizando uma série de polêmicas nas últimas semanas, desde os seus embates com o Supremo Tribunal Federal (STF) por conta de investigações sobre fake news e sobre uma suposta interferência na Polícia Federal, passando pela forma com que o presidente conduz a pandemia da COVID-19, com suspeitas em torno da manipulação de dados.

    Mais:

    Bolsonaro diz que Brasil pode deixar OMS e acusa organização de manter atuação 'ideológica' (VÍDEO)
    Olavo de Carvalho diz não ter amigos e ameaça derrubar Bolsonaro (VÍDEO)
    PM dispersa ato contra Bolsonaro em SP com bombas de efeito moral
    Tags:
    política, protestos, vandalismo, UNESCO, Palácio do Planalto, Brasília, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar