00:08 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil no combate ao coronavírus no início de maio (66)
    348
    Nos siga no

    A ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves, declarou na tarde desta quinta-feira (7) que, segundo ela, poucos moradores de rua foram contaminados pelo novo coronavírus no Brasil, pois "ninguém pega na mão deles".

    "Não são muitos [que têm a doença]. E por que não são muitos ainda? Ninguém pega na mão deles, ninguém abraça morador de rua. Infelizmente", afirmou a ministra durante entrevista coletiva ao lado de outros ministros em Brasília.

    Damares ainda destacou que o governo do presidente Jair Bolsonaro ainda não possui dados concretos de quantos moradores de rua já foram diagnosticados oficialmente com a COVID-19, e colocou em dúvida o número exato de pessoas em situação de rua hoje no país.

    "No governo Bolsonaro a gente tem dito que ninguém vai ficar para trás. A população de rua é prioridade para o governo, agora vamos acolher, em momento de emergência, mas paralelamente apresentaremos a política pública para a população de rua", explicou a ministra.

    Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, o novo coronavírus pode ser transmitido pelo toque ou aperto de mão com uma pessoa infectada. Contudo, o vírus pode ser transmitido de outras formas, sem haver contato físico.

    Voluntário trata o pé machucado de um morador de rua em meio à pandemia do coronavírus, no centro de São Paulo, Brasil, 28 de março de 2020
    © REUTERS / Amanda Perobelli
    Voluntário trata o pé machucado de um morador de rua em meio à pandemia do coronavírus, no centro de São Paulo, Brasil, 28 de março de 2020

    Segundo informações ao portal UOL, o secretário especial do Desenvolvimento Social, Sérgio Augusto de Queiroz, subordinado ao Ministério da Cidadania, revelou que há 78.195 pessoas em situação de rua que podem receber auxílio, e que o governo deve liberar um crédito extraordinário de R$ 2,55 bilhões para esse fim.

    Damares mencionou o programa Brasil Acolhedor para respaldar as pessoas em situação de rua, mas não foi só. Antes de falar sobre moradores de rua, a ministra anunciou um concurso nacional para que crianças façam suas próprias máscaras. As 50 melhores serão premiadas, e as três melhores poderão conhecer a primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

    Atualmente, o Brasil tem mais de 125 mil casos confirmados de COVID-19, com 8.536 mortos, de acordo com os números oficiais do Ministério da Saúde. Todavia, especialistas dizem que os dados podem ser entre 10 e 15 vezes maiores, dada a alta subnotificação e baixa testagem da população.

    Tema:
    Brasil no combate ao coronavírus no início de maio (66)

    Mais:

    Analista: classe média sobe na COVID-19 e só ações do Estado irão pôr economia nos trilhos no Brasil
    Como profissionais da saúde poderiam ser protegidos de contrair COVID-19?
    Como pandemia da COVID-19 vai impactar setor cultural brasileiro?
    Tags:
    direitos humanos, novo coronavírus, COVID-19, saúde, política, rua, moradores, Damares Alves, Jair Bolsonaro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar