16:07 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Brasil no combate ao coronavírus no início de maio (66)
    0 0 0
    Nos siga no

    Nesta quinta-feira (7), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, afirmou que há uma parceria em desenvolvimento com os Correios para aumentar a velocidade de cadastro e liberação do auxílio emergencial.

    O ministro fez a afirmação após ser questionado por repórteres em Brasília enquanto participava de um debate com congressistas. Segundo publicou o jornal Folha de São Paulo, Lorenzoni acredita que a demora no atendimento em agências da Caixa Econômica Federal seria algo localizado em apenas alguns pontos do país.

    O ministro apontou então que o governo está agindo para que uma parceria com os Correios ajude no processo de registro e verificação de requerentes do auxílio emergencial.

    Lorenzoni também afirmou que a prorrogação do pagamento, inicialmente programado para durar três meses, está em avaliação pelo Planalto. O ministro disse ainda que a ampliação do alcance do auxílio, aprovada pelo Congresso, será sancionada em breve pelo governo.

    Até o momento, cerca de 50 milhões de pessoas tiveram os cadastros aprovados, sendo que 97 milhões se candidataram para receber o auxílio. Cerca de R$ 35,5 bilhões foram liberados para o pagamento do auxílio emergencial pelo governo.

    Tema:
    Brasil no combate ao coronavírus no início de maio (66)

    Mais:

    Senado brasileiro amplia alcance de auxílio emergencial
    Está esperando R$ 600? Confira datas de recebimento e memes do auxílio emergencial
    COVID-19: Câmara aprova auxílio emergencial de R$ 125 bilhões a estados e municípios
    'Brasil não está em crise ainda' por causa de auxílio de R$ 600, diz Bolsonaro
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, Caixa Econômica Federal, Correios, Onyx Lorenzoni
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar