23:52 13 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    7352
    Nos siga no

    O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, declarou em depoimento à Polícia Federal no último sábado (2) que o presidente Jair Bolsonaro pediu para indicar nova superintendência da PF no Rio de Janeiro.

    O ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, prestou um depoimento de mais de oito horas à Polícia Federal no último sábado (2) no âmbito da investigação sobre alegações de que Bolsonaro teria interferido na PF.

    "A mensagem tinha, mais ou menos o seguinte teor: 'Moro você tem 27 superintendências, eu quero apenas uma, a do Rio de Janeiro'", diz a transcrição do depoimento de Sergio Moro, citado pelo G1.

    De acordo com o relatório do depoimento, o ex-ministro declarou por diversas vezes que não acusou o presidente Jair Bolsonaro de crime algum, e que isso cabe aos investigadores.

    ​De acordo com o ex-ministro, a mensagem do presidente foi enviada no início de março, enquanto Sergio Moro e o diretor-geral da Polícia Federa, Maurício Valeixo, estavam realizando uma missão oficial nos EUA.

    Moro disse que conversou com Valeixo sobre o assunto e que os dois "até aventaram a possibilidade de atender ao presidente para evitar uma crise". O então diretor-geral da PF teria dito, então, que, neste caso, não poderia permanecer no cargo.

    Mais:

    Moro conclui depoimento sobre acusações contra Bolsonaro na PF após mais de 8 horas
    Moro contou à PF que Bolsonaro o ameaçou de demissão caso não aceitasse nomeação, diz jornal
    Manifestantes a favor de Bolsonaro e Moro se aglomeram em frente à PF, em Curitiba
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar