03:11 02 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    112
    Nos siga no

    O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro João Otávio de Noronha, decidiu nesta terça-feira (28) pela liberação da divulgação dos resultados do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

    Na última sexta-feira (24) foi determinado pela Justiça Federal em São Paulo que o processo do Sisu deveria ser suspenso o processo após o encerramento das inscrições para concorrer a vagas em universidades públicas, que terminou na noite de domingo.

    Com isso, o resultado do Sisu não foi divulgada na manhã desta terça-feira (28), conforme previsto anteriormente.

    De acordo com o presidente do STJ, o adiamento dos prazos poderia prejudicar todo o ano letivo nas universidades públicas.

    "É inegável que a suspensão de qualquer fase do SISU impacta não apenas a etapa interrompida mas também as subsequentes, já que interdependentes. Nesse contexto, pode impedir a organização e a concretização do calendário acadêmico, bem como a formação de turmas; se perdurar, pode até mesmo impactar o ano universitário", declarou Noronha, citado pelo G1.

    Anteriormente, a Justiça Federal havia pedido comprovação de que os erros na correção do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019 tinham sido resolvidos, decisão que foi derrubada pelo presidente do STJ.

    Mais:

    Ao elogiar Enem, Bolsonaro diz que 'nunca houve ditadura no Brasil'
    Weintraub diz que erros na correção do Enem tiveram 'impacto' baixo
    MPF pede que MEC suspenda abertura do SISU por conta de erro em correção do Enem
    Tags:
    Sisu, ENEM, STJ, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar