12:35 14 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    O ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

    Justiça homologa delação de um dos suspeitos de invadir celular de Moro

    © AP Photo / Eraldo Peres
    Brasil
    URL curta
    516
    Nos siga no

    A 10ª Vara Federal do Distrito Federal, segundo assessoria de imprensa do órgão, homologou nesta terça-feira a delação de um dos suspeitos de invadir celulares e aplicativos de autoridades.

    A homologação permite aos investigadores continuar buscando provas que evidenciem as informações obtidas na delação, informou Agência Brasil.

    A Polícia Federal (PF) deteve no estado de São Paulo, em julho, quatro suspeitos de hackear o celular do ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro. Os suspeitos podem ter interceptado e divulgado parte das comunicações do ministro.

    As detenções ocorreram nas cidades de Araraquara, São Paulo e Ribeirão Preto e, segundo PF, se trata de uma organização criminosa que pratica crimes cibernéticos. Além disso, foram cumpridos sete mandados de busca e apreensão.

    A operação foi batizada de Spoofing - um tipo de falsificação tecnológica que faz uma pessoas acreditar que a fonte de uma informação falsa é confiável.

    Sergio Moro teria percebido tentativa de invasão no dia 4 de junho, quando recebeu uma ligação do seu próprio número. Moro recebeu novos contatos por meio do aplicativo de mensagens Telegram, que o ministro afirma que já não usava há cerca de dois anos. O ministro acionou a Polícia Federal na época e trocou de número.

    Tags:
    hacker, justiça, Polícia Federal, Sergio Moro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar