11:17 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Manchas de petróleo na praia da Lagoa do Pau, em Alagoas (AL)

    Município de Alagoas decreta situação de emergência por causa das manchas de óleo

    © Folhapress / Pei Fon
    Brasil
    URL curta
    350
    Nos siga no

    O município de Japaratinga, afetado pelas manchas de óleo em Alagoas, decretou situação de emergência nesta sexta-feira.

    A informação foi confirmada por decreto, publicado no Diário Oficial do Estado. Esse é o segundo município a declarar emergência em Alagoas, depois de Coruripe.

    Apesar da limpeza ter sido nas praias dessas cidades, as manchas estão retornando.

    O promotor de Japaratinga, Emanuel Valença, revelou que pelo menos 300 toneladas de óleo, de origem que segue desconhecida, já foram recolhidas no município.

    "Tem a questão dos voluntários aí, do maquinário, do abastecimento. O município não está suportando. Em virtude disso, e da incerteza de não sabermos qual é a origem, não temos como mensurar quantidade, se ainda virá mais óleo, é que foi feito o decreto", disse o promotor citado pelo jornal Globo.

    O estado de Alagoas reconheceu o estado de emergência nos municípios. Segundo o Instituto do Meio Ambiente (IMA), o total de resíduos coletados na costa alagoana já chega a mais de mil toneladas.

    Já o Ibama informou que o número de pontos atingidos no estado subiu para 40, em 13 municípios alagoanos. Já são 238 pontos afetados em 88 municípios em toda a região do Nordeste brasileiro.

    Mais:

    Defesa confirma Forças Armadas no combate à manchas de óleo
    Manchas de óleo chegam a Morro de São Paulo, um dos principais destinos turísticos da Bahia
    População retira 525 toneladas de resíduos de óleo de praias no Nordeste do Brasil
    Tags:
    estado de emergência, meio ambiente, poluição, petróleo, óleo, Brasil, Alagoas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar