12:25 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Eduardo Bolsonaro em 14 de agosto de 2019.

    Macron é 'moleque' e levou 'tapa na cara' do G7, diz Eduardo Bolsonaro

    © AP Photo / Eraldo Peres
    Brasil
    URL curta
    282754
    Nos siga no

    O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) disse nesta terça-feira (27) que o presidente francês, Emmanuel Macron, é um "moleque" e criticou suas falas sobre a Amazônia.

    "Temos queimadas? Temos queimadas, óbvio. Ninguém está virando a cara para isso. Agora, querer fazer 'fake news' e exagerar isso para ter ganhos políticos, acho que o termo molecagem ficou até barato", disse Eduardo, afirma reportagem do UOL. 

    O filho do presidente fez o comentário durante reunião da Comissão de Relações Exteriores na Câmara, órgão do qual é presidente. Eduardo disse que os países do G7 "fizeram questão de dar um tapa na cara" de Macron ao não citar a Amazônia na declaração final da cúpula.

    Macron e Jair Bolsonaro (PSL) trocaram farpas publicamente nos últimos dias. O presidente francês critica a política ambiental do Brasil e chegou a acusar Bolsonaro de mentir sobre seu comprometimento com o clima. 

    O presidente brasileiro reagiu e diz que só irá aceitar a oferta do G7 de €20 milhões (cerca de R$ 92 milhões) oferecidos para ajudar no combate aos incêndios na Amazônia caso Macron peça desculpas.

    Bolsonaro também fez comentário nas redes sociais comparando sua esposa com a esposa de Macron. 

    A Amazônia registra em 2019 sua maior onda de queimadas dos últimos cinco anos. A cifra é de levantamento do Instituto de Pesquisas Ambiental da Amazônia (IPAM) com dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Foram 71.497 focos de incêndio entre os dias 1 de janeiro e 18 de agosto deste ano, número 82% maior do que o registrado no mesmo período de 2018.

    Mais:

    Bolsonaro põe condição a Macron para receber ajuda contra queimadas na Amazônia
    Apple fará doação para o reflorestamento da Amazônia
    Fundo bilionário oriundo de desvios da Petrobras pode ajudar na preservação da Amazônia?
    'São políticas canalhas e assassinas', diz viúva de Saramago no ato pela Amazônia em Lisboa
    Trump elogia Bolsonaro pelo trabalho de combate aos incêndios na Amazônia
    Tags:
    Emmanuel Macron, Eduardo Bolsonaro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar