16:31 22 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de posse do novo Ministros da Casa Civil, Luiz Inácio Lula da Silva

    PGR denuncia Lula e Dilma pela segunda vez em 24 horas

    Roberto Stuckert Filho / Fotos Públicas
    Brasil
    URL curta
    75613
    Nos siga no

    O Procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou Lula, Dilma Rousseff e o ex-ministro da Educação Aloizio Mercadante por obstrução de justiça nesta quarta-feira (6).

    Na terça-feira, Janot  já havia acusado Lula, Dilma e outros políticos petistas — como os ex-ministros Antônio Palocci, Guido Mantega — de organização criminosa

    Segundo o procurador-geral, Dilma tentou obstruir a justiça quando nomeou Lula para o cargo de ministro da Casa Civil, em março de 2016. À época, o ex-presidente já era investigado pela operação Lava Jato e havia sido alvo de uma condução coercitiva ordenada pelo juiz Sérgio Moro poucos dias antes. 

    Segundo a Folha de S. Paulo, a acusação feita ao Supremo Tribunal Federal (STF) usa como base a delação do ex-senador petista Delcídio do Amaral. Eduardo Marzagão, assessor de Delcídio, gravou secretamente uma conversa com Mercadante em que supostamente são discutidas maneiras de barrar a Lava Jato.

    Eduardo Margazão firmou um acordo de colaboração premiada com Procuradoria-Geral da República (PGR).

    Por meio de uma nota em seu site, Lula afirmou que a denúncia "busca de gerar algum ruído midiático que encubra questionamentos sobre sua atuação no crepúsculo do seu mandato [de Rodrigo Janot]".

    Mais:

    Deputado do PT: Lula só não concorrerá em 2018 se ele mesmo não quiser
    Caravana de Lula pelo Brasil chega ao fim: relembre os momentos marcantes (VÍDEOS)
    No Nordeste, Lula lança desafio à Operação Lava Jato
    Amizade x política: Lula justifica aliança com Renan e apoiadores do 'Fora Dilma'
    Tags:
    Lava Jato, PGR, STF, Aloizio Mercadante, Dilma Rousseff, Rodrigo Janot, Lula
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar