06:46 20 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Sérgio Cabral preso

    Justiça determina prisão preventiva da mulher de Sérgio Cabral

    Fernando Frazão/Agência Brasil
    Brasil
    URL curta
    984

    O juiz Marcelo Bretas, da 7ª Vara Criminal Federal, decretou nesta terça-feira (6) a prisão preventiva da advogada Adriana Ancelmo, esposa do ex-governador do Estado do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, preso no Complexo de Bangu desde o dia 17 de novembro.

    A determinação já está sendo cumprida por agentes da Polícia Federal, que chegaram ao apartamento onde Adriana morava com Cabral, no Leblon, por volta das 15h53. O local logo ficou tomado de curiosos.

    A decisão saiu após o juiz ter aceito a denúncia contra Adriana no âmbito da Operação Calicute do Ministério Público Federal, que inclui 111 denúncias por lavagem de dinheiro, além de crime de formação de quadrilha e pertencimento à organização criminosa.

    De acordo com a Procuradoria, Adriana seria uma das principais responsáveis por ocultar através de seu escritório de advocacia recursos que Cabral recebeu de forma indevida pelas obras referentes ao Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Favelas, Arco Metropolitano e Maracanã.

    Além do ex-governador do Rio e sua mulher, a Polícia Federal indiciou outros 14 acusados de corrupção.

    A Calicute foi deflagrada no dia 17 de novembro, por um núcleo da Operação Lava-Jato no Rio. A operação se baseou em delações premiadas da empreiteira Andrade Gutierrez, do ex-dono da Delta Engenharia Fernando Cavendish e da Carioca Engenharia.

    Tags:
    justiça, prisão, Adriana Ancelmo, Sérgio Cabral, Rio de Janeiro, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik