05:10 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Sistema faz reconhecimento facial do passageiro sem necessidade de abordagem

    Aeroportos reforçam segurança para os Jogos com sistema de reconhecimento facial

    Divulgação/Receita Federal
    Brasil
    URL curta
    Rio 2016 (253)
    0 02
    Nos siga no

    Aeroportos brasileiros aumentam a segurança para os Jogos através do reconhecimento facial de passageiros que desembarcam no Brasil em voos internacionais. A medida da Receita Federal visa coibir a entrada no país de armas, munições, drogas e mercadorias em situação de contrabando. Foram comprados 32 equipamentos, ao custo de R$ 7,5 milhões.

    O Subsecretário Substituto de Aduana em Relações Internacionais da Receita Federal, José Carlos de Araújo, explicou para a imprensa que assim que a aeronave sai do aeroporto de origem começa um cruzamento de dados de reconhecimento dos passageiros que vão chegar no Brasil.  

    "A hora que a aeronave fecha as suas portas, recebemos as informações de quem são  pessoas  naquele determinado voo. O sistema faz um cruzamento de dados, com a nossa base de dados ou até mesmo de outros órgãos. A pessoa chega no Brasil, apanha sua mala  e vai passar em uma fila, e o sistema vai então identificar quem é aquela pessoa. Aquela pessoa, fulano A, B ou C, eu vinculo ele a uma imagem, porque nós temos um banco de dados do passaporte da Polícia Federal  e com isso nós cruzamos essa informação também e rapidamente podemos identificar os nossos alvos."

    José Carlos de Araújo ressaltou ainda a agilidade de verificação dos passageiros com o novo sistema.

    "Tínhamos uma identificação com o passaporte, isso demorava até 30 segundos. Com o novo sistema, nós vamos ter um reconhecimento em 1 a 2 segundos. É quinze vezes mais rápido de se identificar uma pessoa, ou seja, ao invés de ficar uma hora aqui, a pessoa vai ficar cinco minutos. Isso faz uma grande diferença quando você está vindo do exterior, depois de uma viagem cansativa de dez, doze, 24 horas."

    Inicialmente inaugurado no Aeroporto Internacional de Brasília, o sistema de reconhecimento facial de passageiros já está sendo usado também em outros 13 aeroportos entre eles o de Guarulhos, em São Paulo;  Confins, em Belo Horizonte; Galeão, no Rio de Janeiro; e os de Florianópolis, Manaus e Fortaleza.

    De acordo com a Receita Federal, com a utilização da nova tecnologia o Brasil passa a ficar entre os três melhor do mundo, no que diz respeito a controle de entrada de passageiros e bagagens.

    Reconhecimento Facial
    Divulgação Receita Federal
    Reconhecimento Facial

     

     


    Tema:
    Rio 2016 (253)
    Tags:
    Jogos Rio 2016, tecnologia, sistema, aeroportos, reconhecimento facial, segurança, Receita Federal, Brasil, Brasília
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar