08:59 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    5926
    Nos siga no

    O principal porta-aviões britânico fez uma parada em Cingapura, enquanto o Reino Unido mostra sua força militar no Indo-Pacífico em meio a tensões crescentes com a China no mar do Sul da China.

    Na segunda-feira (11), o porta-aviões HMS Queen Elizabeth atracou em Cingapura após participar de jogos de guerra com as forças cingapurianas durante o fim de semana. Os jogos de guerra incluíram manobras navais e treinamento de combate simulado com caças furtivos F-35B e jatos F-16.

    A página de Twitter do HMS Queen Elizabeth compartilhou um vídeo chegando ao local, descrevendo sua parada como "visita logística".

    Olá Cingapura. Tempo para uma curta visita logística e chance de encontrar alguns de nossos amigos e parceiros.

    O comodoro Steve Moorhouse, comandante do grupo de ataque, explicou que uma recente revisão política havia destacado a importância do Indo-Pacífico, e logo o "inclinar" do foco do Reino Unido para o leste.

    Na verdade, o Reino Unido planeja enviar dois navios de guerra permanentemente para o Extremo Oriente.

    O novo interesse de Londres nesta região do mundo toma lugar ao mesmo tempo que a assertividade chinesa cresce na mesma área, especialmente em relação a Taiwan, que Pequim vê como parte de seu território. 

    Mais:

    China prepara lançamento de novo caça de última geração baseado em porta-aviões
    Xi alerta contra possível 'interferência externa' na região do Indo-Pacífico após criação da AUKUS
    'Aviso para Rússia e China': Marinha britânica lança drone militar de porta-aviões (VÍDEO)
    Tags:
    Reino Unido, porta-aviões, Cingapura, Extremo Oriente, China, tensão geopolítica
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar