18:38 20 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    4327
    Nos siga no

    Militantes do Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em outros países) encontraram velhos mísseis balísticos de fabricação soviética no vale de Panjshir, enquanto combatiam as forças de resistência com base na região.

    Os militantes do grupo insurgente encontraram o esconderijo de mísseis na margem do rio Panjshir. Nas imagens capturadas pelos talibãs, é possível ver cerca de dez mísseis balísticos de curto alcance Luna-M e outros dez mísseis balísticos de médio alcance R-17 do sistema de mísseis Elbrus.

    As armas foram, aparentemente, mantidas na área por muito tempo, sendo seu esconderijo visível nas imagens de satélite. As munições parecem estar muito desgastadas, e não está claro se os mísseis ainda se encontram operacionais.

    Fabricado na década de 1960, o R-17 é um míssil balístico de médio alcance, capaz de carregar várias ogivas - inclusive nucleares - a até 300 quilômetros. O Luna-M, por sua vez, é um míssil tático de curto alcance, podendo atingir 70 quilômetros.

    Ambos os mísseis balísticos foram fornecidos pela União Soviética ao governo socialista afegão na década de 1980. Após seu colapso, no início da década de 1991, as munições acabaram nas mãos de vários grupos armados no Afeganistão.

    Mais:

    Talibã teria encontrado US$ 6 milhões e ouro na casa do 'presidente interino' afegão Saleh (VÍDEO)
    Por que Coreia do Norte lança mísseis com frequência? Especialista russo revela 3 causas possíveis
    Captura do poder no Afeganistão pelo Talibã vai remodelar Oriente Médio, avisa funcionário árabe
    Tags:
    Afeganistão, Talibã, mísseis balísticos, União Soviética, vídeo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar